Pesquisa desenvolvida pela Profa. Dra. Silene Fontana, coordenadora do curso de Pedagogia, buscou estudar o índice de Felicidade Interna Bruta (FIB), com objetivo de medir o progresso da sociedade a partir de dimensões, como bem-estar psicológico, saúde, uso do tempo, educação, vitalidade comunitária, cultura, meio ambiente, padrão de vida e governança. Durante os meses de janeiro, fevereiro e março foram convidados a participar da pesquisa alunos do primeiro e último ano dos cursos de Administração, Direito, Educação Física (Licenciatura e Bacharelado) e Pedagogia da UNIFIPA que responderam as questões que compõem o indicador FIB, com escala de “sempre” (muito feliz) e “nunca” (muito infeliz).

De acordo com as respostas dadas, a maioria mostra-se “muito feliz”, seguido do “satisfatório” e “feliz”. Na categoria “muito feliz” o maior índice de respostas foi em relação à questão “Respeita às diferenças” (80%), seguido de “Costuma valorizar as coisas simples da vida?” (71%) e “Traça objetivos para o futuro?” (65%). Em relação à categoria “feliz”, os maiores índices de respostas foram em relação às questões “Tem boa saúde?” (52%); “Gosta do trabalho/faculdade?” (51%) e “Orgulha-se do caminho que traçou até agora?” (45%). “Com base nos resultados obtidos, o bem-estar psicológico foi visto com alto grau de satisfação e de otimismo por cada aluno em relação à sua vida acadêmica”, explica Dra. Silene.

Por outro lado, na categoria de resposta “infeliz”, as questões que obtiveram maior índice foram “Pratica exercício físico?” (19%) e “Administra bem o tempo?” (13%). E na categoria “muito infeliz”, “Considera-se bem remunerado na profissão?” (21%); “Consegue poupar?” (8,9%) e “Está satisfeito com sua aparência?” (7,6%). Para Dra. Silene, em relação ao uso do tempo pelos graduandos, os resultados indicam a dificuldade envolvendo a administração do tempo, reportando se sentirem infelizes com esse item, e essa dimensão é um dos fatores mais significativos na qualidade de vida, especialmente para lazer e socialização com família e amigos.

“A UNIFIPA, por meio de seus docentes, preocupa-se com a educação e bem-estar de seus alunos. Especificamente na área acadêmica é fundamental que os gestores e professores passem a entender que a temática da felicidade não se trata de algo supérfluo, mas sim como extremamente relevante para a conquista de resultados positivos no futuro profissional dos universitários brasileiros”, conclui.

Fonte: Fundação Padre Albino

BOLETIM CORONAVÍRUS - 25/11/2020

25-11-2020 Hits:254 Saúde Fabio

Boletim do coronavírus mostra que agora são 6.051 casos confirmados, sendo que 5.828 pacientes estão curados.