Ação multiplicadora que se transforma em alimento para quem mais precisa. A Prefeitura de Catanduva chega, neste mês de julho, à marca de 15.637 cestas básicas entregues às famílias em situação de vulnerabilidade social e que não tem condições financeiras para garantir o sustento em casa nessa pandemia.

O trabalho começou em abril e, de lá para cá, continua de forma ininterrupta como medida de enfrentamento à Covid.  O programa de auxílio envolve equipes das secretarias de Educação e Assistência Social, e também do Fundo Social.

A maior parte ficou para as famílias dos alunos acompanhados na rede municipal de ensino. São pais e mães que a cada mês ganham uma nova cesta. Somadas às entregas que começaram nesta semana, são 10.796 kits, formados por arroz, feijão, macarrão, legumes, bolachas, leite, óleo, proteína, entre outros alimentos.

A montagem é feita por meio de força-tarefa que conta com o apoio de professores, diretores e demais funcionários das escolas.

Pela Assistência Social, foram entregues até agora 3.720 cestas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). As unidades ficam localizadas nos bairros Bom Pastor, Imperial, Juca Pedro e Nosso Teto.

Por meio das visitas, o Fundo Social fez a entrega de 1.121 kits alimentos. O número leva em consideração as doações que foram recebidas pela Guarda Civil Municipal (GCM), que desenvolveu campanha própria de arrecadação de alimentos.

Orientação

Para as famílias que se encontram em dificuldades financeiras por conta da crise econômica causada pelo coronavírus, a orientação é que procurem o Cras mais próximo de casa para solicitar o benefício. As escolas também estão atendendo pais e mães, por telefone, para inscrevê-los no programa de auxílio emergencial.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Procon e escolas fecham acordo sobre pag…

11-05-2020 Hits:252 Educação Fabio

O Procon-SP e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo (SIEEESP) fecharam um acordo estabelecendo diretrizes para negociação das mensalidades das instituições privadas no ensino infantil...