As oficinas de artesanato do Centro de Atenção Psicossocial (Caps II) se transformaram em um novo aliado no combate ao coronavírus em Catanduva. Durante as sessões, os pacientes da unidade de saúde mental aprendem e ajudam na confecção de máscaras. A produção do material virou terapia.

Tudo é feito manualmente pelas artesãs, com uso de TNT e elástico, e auxílio de um grupo reduzido de pacientes acompanhados presencialmente. Devido às restrições impostas pela pandemia, o Caps II priorizou o atendimento presencial somente aos que mais necessitam, conforme indicação médica.

Todas as máscaras produzidas nas oficina serão distribuídas aos pacientes e seus familiares e seguem o padrão exigido pelo Ministério da Saúde.

Imagem: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Novo recorde da poupança: especialista …

07-04-2020 Hits:224 Economia Fabio

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (6), que a poupança teve entrada líquida (mais depósitos do que retiradas) recorde no mês de março, de R$ 12,169 bilhões. O movimento pode...