A Prefeitura de Catanduva vai contratar 20 novos agentes de endemias. O objetivo da iniciativa é reforçar o efetivo e, com isso, ampliar as ações de prevenção e combate à dengue, devido ao cenário de alto risco da doença. A contratação será em caráter temporário, com duração de seis meses, prorrogáveis por igual período, e o salário será fixado em R$ 1,4 mil mensais.

As vagas ofertadas para a função serão preenchidas por meio de processo seletivo simplificado e não será cobrada taxa de inscrição.

A ficha está disponível no site www.catanduva.sp.gov.br, no link “Processo Seletivo ACE”, entre os destaques de capa, e deverá ser apresentada no ato da inscrição devidamente preenchida junto a um documento pessoal original com foto e ao currículo do candidato. No site, há também todas as regras do processo seletivo.

A etapa de inscrição ocorrerá a partir da próxima segunda-feira, dia 27, e seguirá até a sexta-feira, dia 31. O atendimento será presencial, pelo próprio candidato ou via procuração específica, na Central de Atendimento da Prefeitura, das 9 às 16 horas.

O candidato deverá preencher os seguintes requisitos ao exercício da atividade: ter o ensino médio completo e concluir com aproveitamento o curso de formação inicial de 40 horas, que será ministrado pela Prefeitura a partir da contratação.

O agente de endemia terá de trabalhar 40 horas por semana. Sua atribuição é focada no trabalho de vistorias de rotina, bloqueios de controle de criadouros, nebulização costal, vistorias em imóveis especiais e pontos estratégicos, atividades de intensificação em pontos específicos após levantamento de densidade larvária.

A seleção para contratação será de competência de uma comissão composta por dois profissionais vinculados à Secretaria Municipal de Saúde, um profissional do Departamento de Recursos Humanos e outro da Secretaria de Negócios Jurídicos.

A classificação será em duas etapas. A primeira, eliminatória, levará em conta as inscrições, documentação e requisitos exigidos. Na segunda fase, de caráter classificatório, serão analisados os currículos – formação e experiência profissional.

A medida na íntegra consta na resolução nº 2 da Secretaria Municipal de Saúde, publicada em edição extraordinária da Imprensa Oficial do Município, na tarde da quinta-feira, 23. O documento pode ser acessado no site da Prefeitura.

As despesas com as contratações serão custeadas com recursos federais, vinculados à manutenção das atividades de Vigilância em Saúde.

Comunicado - Ação da Vigilância Sanit…

24-07-2020 Hits:327 Cidade Fabio

A Vigilância Sanitária de Catanduva acompanhou operação realizada pela Polícia Federal, nesta quinta-feira, dia 23, envolvendo denúncia de fabricação clandestina de álcool. Conforme verificado, o estabelecimento funcionava sem autorização.