O Ministério Público (MP) denunciou o prefeito de Itajobi, Lairto Luiz Piovesana Filho, e o padre Wanderley Ramos dos Santos, da Diocese de Catanduva, por desvio de merenda escolar. A primeira-dama, Cristiane Angelita Goberski Piovesana, e um amigo do prefeito, Sebastião Antônio Muller, também foram denunciados.

Todos são alvos de uma ação civil por improbidade administrativa assinada pelo promotor de Justiça André Luís de Souza e que tramita no Fórum de Itajobi.

O chefe de gabinete da prefeitura de Itajobi, Ademir Etore Oliani, disse que "o prefeito não vai se manifestar até ter acesso aos autos."

O padre nega qualquer irregularidade e diz que, "até o presente momento, não foi solicitada, pela justiça, a apresentação da minha defesa".

Segundo o promotor, carne de frango, legumes e óleo de cozinha, além de outros produtos da merenda dos alunos de escolas municipais, foram desviados para a realização de festas na Igreja Matriz de São José, em Itajobi, durante o ano 2018, quando padre Wanderley era o pároco da igreja.

Leia a Matéria completa no G1 clicando aqui

Fonte: G1Riopreto

Comunicado - MISSAS E CULTOS

02-06-2020 Hits:226 Cidade Fabio

A Prefeitura de Catanduva informa que, após reunião virtual realizada pela prefeita Marta do Espírito Santo Lopes e integrantes do Comitê de Apoio ao Enfrentamento da Pandemia da Covid-19 com...