Você costuma pesquisar preços antes de se sair às compras? Se permite a trocar de marca quando um produto está acima do preço ou opta por marcas próprias ou exclusivas dos supermercados? O consultor de varejo Marco Quintarelli dá dicas para uma compra mais produtiva e economia, em tempos de pandemia. Anote!
 
Em tempos de pandemia, como fazer uma compra eficaz nos supermercados, na loja física?
 
Marco Quintarelli: A compra eficaz é um "treinamento" que se inicia em casa, antes de se sair às compras. E se dá através da preparação prévia: ao preparar uma lista de compras com possíveis substituições com alternativas de marcas ou produtos, fazer uma pesquisa de preços (fácil de se conseguir atualmente através da internet ou aplicativos) e sair às compras com esta preparação e meta de gastos. E com todos os protocolos de biossegurança é claro.
 
Além de se economizar tempo e dinheiro (evitar compras desnecessárias) o indivíduo fica menos exposto à contaminação na situação atual desta pandemia.
 
Na loja física, pode onde começar as compras?
 
Marco Quintarelli: O consumidor deve se ater àquilo que ele foi comprar sempre evitando gastos extras. Sugiro adquirir primeiro os produtos não perecíveis de maior peso e volume (mercearia, limpeza e bazar) e posteriormente os perecíveis e produtos mais sensíveis
(congelados e refrigerados) para que se exponham menos à mudanças de temperatura.
 
E para quem opta pelo e-commerce ou delivery, qual é a indicação de periodicidade para fazer as compras de forma prática?
 
Marco Quintarelli: Para as compras pelo e-commerce ou delivery uma observação deve ser levada em conta. Custo x benefício: Se o que vou pagar está de acordo com a minha necessidade. Como a entrega tem um custo extra na conta do consumidor, o aumento da frequência de entrega aumenta o gasto mensal do indivíduo. Claro que se o consumidor não tiver alternativa de programar a compra uma vez por semana (o que acho ideal, principalmente no que se diz respeito à aquisição de produtos frescos como hortaliças e pescados) ele pode comprar em maior ou menor frequência.
 
Como é possível economizar nas compras?
 
Marco Quintarelli: A economia das compras está sempre na pesquisa de preços e busca por substituições e alternativas por outras marcas ou produtos. O consumidor deve se permitir a novas experimentações. Um exemplo são alternativas das marcas próprias ou exclusivas de muitas redes de mercados como excelentes opções para se economizar. Com opções de produtos de excelente qualidade com preços entre 5% a 25% menores em média das marcas líderes de mercado, mas com garantias de qualidade extrema as marcas próprias ou exclusivas estão cada vez mais ganhando espaço na casa dos consumidores.
 
O que é melhor, fazer compras mensais ou semanais? Por que?
 
Marco Quintarelli: Como mencionei acima, tudo é uma questão de "custo x benefício". Oportunidade, disponibilidade financeira e de tempo do consumidor é que definem a frequência de compras. Inclusive a combinação de formas de compras, como comprar o básico mensalmente e semanalmente, comprar os produtos mais perecíveis.
 
Fonte: Agencia Amais

Impactos da queda da Selic em toda a eco…

07-05-2020 Hits:247 Economia Fabio

Nesta quinta-feira, 6, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) do Brasil cortou a meta para os juros básicos (Selic) em 0,75, o que estabelece a taxa...