Um show diferente por dia, todos os dias, sempre às 19h. Ao vivo e direto da casa do artista. É o que o Sesc São Paulo vem oferecendo a todos que apreciam a boa música brasileira em tempos de isolamento social por conta do novo coronavírus e que levou ao fechamento das unidades em todo o Estado para evitar a disseminação da Covid-19. E após o sucesso da primeira semana, a série "Sesc Ao Vivo" traz uma nova agenda de atrações, até o próximo domingo, 3 de maio.

Na noite de quarta, 29, é a vez da dupla Mônica Salmaso (voz) e Teco Cardoso (sax e flauta) homenagear grandes nomes da música brasileira em transmissão ao vivo e exclusiva nas páginas do Sesc São Paulo no Instagram, Facebook e YouTube. O repertório, ainda surpresa, deve trazer um compilado dos últimos trabalhos de Salmaso: o CD "Corpo de Baile", com músicas de Guinga e Paulo César Pinheiro – projeto, este, que ainda ganhou um DVD com registros da turnê pelo Brasil, com direção audiovisual de Walter Carvalho e lançado pelo Selo Sesc –, e canções refinadas do repertório sertanejo presentes no disco "Caipira".

Fechando o mês de abril, na quinta-feira, dia 30, tem o encontro das cordas de Davi Moraes e Pedro Baby em show banquinho e violão com músicas autorais da dupla e composições que marcaram a trajetória do Novos Baianos, grupo dos anos 1970 que tinha em sua formação Moraes Moreira, pai de Davi, Pepeu Gomes e Baby do Brasil, pais de Pedro, entre outros músicos. Sucessos da carreira solo de Moreira, morto este mês, também estarão no repertório da transmissão.

No Dia do Trabalhador, 1º de maio, o "Sesc Ao Vivo" apresenta três shows para a família curtir a sexta-feira do feriado em casa. Na hora do almoço, Hélio Ziskind convida crianças e pais a cantarem juntos na transmissão que começa ao meio dia. Em apresentação solo, Ziskind (guitarra) preparou um repertório de canções compostas para o seu canal Zis e outras de carreira, em especial as músicas escritas em parceira com a escritora Ruth Rocha para um disco produzido pelo Selo Sesc. No meio da tarde, às 15h, o cantor e compositor Siba fará uma visita a vários momentos de sua trajetória desviando de músicas que por seu estilo necessitariam de pelo menos mais um artista complementando as respostas de refrão. Com sua guitarra, o poeta pernambucano apresentará músicas de discos como "Violas de Bronze", "Fuloresta do Samba", "Avante", "De Baile Solto" e "Coruja Muda" e ainda dois poemas inéditos jamais gravados. E às 19h, Mariana Aydar canta os sucessos da carreira, versões de composições de outros artistas que sempre fizeram parte de seu repertório e músicas de seu mais recente trabalho, "Veia Nordestina", lançado no final de 2019 e que passeia por ritmos como xote, pagodão, arrocha e frevo.

No sábado, 2 de maio, no horário padrão das transmissões do Sesc São Paulo, 19h, Marcelo Jeneci apresenta alguns sucessos da carreira e de seu disco mais recente, "Guaia", lançado após um intervalo de seis anos do seu último trabalho. O público que acompanhar de casa vai sentir a alquimia do bairro de Guaianazes, periferia de São Paulo, onde Jeneci cresceu, o agreste de Pernambuco e a grande metrópole que se fundiu o artista nas letras autorais e de parceiros importantes como Arnaldo Antunes, Chico Cesar, José Miguel Wisnik e Luiz Tatit.

E no domingo, 3, é a vez do cantor, violonista e percussionista paulistano Renato Braz, uma das referências no cenário da música brasileira com reconhecida carreira aqui e no exterior, apresentar uma seleção de sua discografia. Do seu álbum de estreia, lançado em 1996 e que leva o seu nome ao último trabalho, "Canto Guerreiro, Levantados do Chão", de 2018 e que contou com as participações especiais de nada menos do que Chico Buarque, Gilberto Gil, Milton Nascimento e Dori Caymmi.

Para conferir toda essa programação, basta acessar as páginas youtube.com/sescsp, facebook.com/sescsp ou mesmo o novo endereço do Sesc São Paulo no Instagram criado especialmente para a série Sesc Ao Vivo instagram.com/sescaovivo.

Lançada no último dia 19, já passaram pela série "Sesc Ao Vivo" Zeca Baleiro, Chico César, a dupla Fernanda Takai e John Ulhoa da banda mineira Pato Fu, Roberta Sá, Paulo Miklos, João Bosco e Zélia Duncan. Até aqui, os sete shows atingiram uma audiência de mais de 1 milhão de visualizações, somando as três páginas do Sesc São Paulo que transmitiram as apresentações. Devido a problemas técnicos, o show da cantora Céu que estava marcado para quinta-feira, 23 de abril, não ocorreu e em breve o Sesc São Paulo anunciará uma nova data para a apresentação da artista.

#SescAoVivo

Um show diferente por dia, todos os dias, às 19h. Acompanhe ao vivo direto da casa de cada artista.

+ Sesc Digital

A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996, sempre pautada pela distribuição diária de informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela experimentação. O propósito de expandir o alcance de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente universalização de seu atendimento, incluindo públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40 unidades operacionais espalhadas pelo estado. Por essa razão, o Sesc apresenta o Sesc Digital, sua plataforma de conteúdo!

instagram.com/sescaovivo

youtube.com/sescsp

facebook.com/sescsp

 Saiba+: sescsp.org.br

TRE suspende atendimento presencial de e…

16-03-2020 Hits:313 Nacional Fabio

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) suspenderá, a partir desta terça-feira (17) até 31 de março, o atendimento presencial ao eleitor nos cartórios eleitorais e postos de atendimento...