Nomes importantes do teatro brasileiro como Celso Frateschi, Georgette Fadel, Sérgio Mamberti, Cacá Carvalho, Gero Camilo, Matheus Nachtergaele e Denise Fraga já passaram pela série Teatro #EmCasaComSesc. Há pouco mais de um mês, o Sesc São Paulo promove a transmissão de um monólogo interpretativo diferente, direto da casa dos artistas, sempre às segundas, quartas, sextas e domingos, às 21h30.

Na quarta-feira, dia 1º de julho, a atriz consagrada pelo teatro, cinema e televisão, Débora Falabella, apresenta um fragmento da peça O Amor e Outros Estranhos Rumores, do Grupo 3 de Teatro. O espetáculo, cuja estreia ocorreu em 2010, adaptou três contos do principal escritor brasileiro dedicado exclusivamente ao gênero fantástico: Murilo Rubião. A peça trouxe ao palco a originalidade, o humor e o fantástico que marcam a obra do escritor mineiro. Para o Teatro #EmCasaComSesc, o texto recebeu nova adaptação de Silvia Gomez, direção de Yara de Novaes e luz de Gabriel Fontes Paiva. Será apresentando o conto “Memórias do Contabilista Pedro Inácio”, em que a atriz irá viver o contabilista, cujo personagem soma os custos de sua vida amorosa. Risíveis e absurdas, essas histórias compõem um espetáculo que busca expressar o quanto há de ordinário e, ao mesmo tempo, extraordinário em nossas vidas. A encenação contará com participação especial de Gustavo Vaz.

Na sexta-feira, 3, Debora Lamm encena, de Grace Passô, a peça Mata Teu Pai. O enredo revisita o trágico mito grego de Medeia, inserindo a figura da feiticeira nos dias de hoje, criando assim um debate sobre a condição da mulher atual. “Preciso que me escutem!” diz uma Medeia tomada pela febre, em sua primeira fala na peça. Medeia está em movimento, vive em meio a escombros da cidade, e encontra mulheres de diversas nacionalidades: síria, cubana, paulista, judia, haitiana. Se vê na mesma condição de imigrante. Percorre um caminho interior, onde decide que quem tem que morrer é Ele, fazendo uma alusão direta ao patriarcado. Da companhia OmondÉ e com direção de Inez Viana, a peça estreou em 2017, passando por Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro. Debora Lamm é integrante e fundadora da Cia OmondÉ, que completa uma década de existência neste ano. Acumula mais de 40 espetáculos como atriz e diretora, 11 indicações e cinco prêmios de teatro no currículo.

E encerrando a programação da semana, no domingo, 5 a atriz Renata Sorrah encena Em Companhia. Junto com o dramaturgo e diretor Marcio Abreu, a atriz constrói uma ação a partir de fragmentos dramatúrgicos das obras junto à companhia brasileira de teatro, coletivo de artistas de várias regiões do país. Mesclam-se textos das peças Esta Criança, Krum e Preto, que construíram juntos, e ainda trechos de outras obras que auxiliaram na pesquisa e criação dos trabalhos, além de fragmentos de outras obras de sua trajetória. A peça se articula a partir da fala pública de uma mulher em sua casa, vivendo a quarentena, em junho de 2020. Temas como isolamentos, lamentos, obscurantismos, nacionalismos crescentes, belicismos exacerbados, preconceitos e extremismos religiosos estarão em pauta, em uma sequência vertiginosa de momentos de intensidade da atriz. Com dramaturgia e direção de Marcio Abreu e colaboração artística de Felipe Soares, Giovana Soar, Nadja Naira, Cássia Damasceno e José Maria, a peça tem criação e produção assinadas pela companhia brasileira de teatro. Sobre a atriz, Renata Sorrah tem mais de 40 anos de carreira, marcados por impactantes e inesquecíveis atuações em espetáculos, filmes e na televisão, que fazem dela, indiscutivelmente, um dos grandes nomes das artes cênicas no Brasil.

 

Agenda Teatro #EmCasaComSesc 29 de junho a 5 de julho, 21h30

1/7, quarta: Débora Falabella em O Amor e Outros Estranhos Rumores

3/7, sexta: Debora Lamm em Mata Teu Pai

5/7, domingo: Renata Sorrah com Em Companhia

 

Até aqui, o Teatro #EmCasaComSesc apresentou 25 espetáculos a uma audiência de mais de 105 mil visualizações. Já passaram pela série os artistas Celso Frateschi, interpretando, de sua autoria, Diana, Georgette Fadel em Terror e Miséria no Terceiro Milênio, de Bertolt Brecht, Sérgio Mamberti em Plínio Marcos, Um Homem do Caminho, Ester Laccava com Ossada, Jé Oliveira em Farinha com Açúcar ou Sobre a Sustança de Meninos e Homens, de sua autoria, Gustavo Gasparani em Ricardo III, de Shakespeare, Lavínia Pannunzio com Elizabeth Costello, Grace Passô, interpretando Frequência 20.20, Denise Weinberg em O Testamento de Maria, Ailton Graça com Solidão, Cacá Carvalho em O Carrinho de Mão in A Poltrona Escura, Bete Coelho interpretando Mãe Coragem, Gero Camilo em A Casa Amarela, Eduardo Mossri com Cartas Libanesas e Cláudia Missura em Paixões da Alma, Matheus Nachtergaele com seu Desconscerto, o ator pernambucano Dinho Lima Flor com o espetáculo Ledores no Breu, Jhonny Salaberg em Buraquinhos ou o vento é inimigo do Picumã, Cassio Scapin com Eu Não Dava Praquilo, Clara Carvalho em A Mais Forte, Rodrigo França na leitura de Contos Negreiros do Brasil, Mariana Lima com a peça SIM – Cérebro|Coração em conferência para a terra, Amanda Lyra em Quarto 19, Denise Fraga com Galileu e Eu - A Arte da Dúvida, Yara de Novaes com o monólogo Justa e Leonardo Netto em 3 Maneiras de Tocar no Assunto - O Homem com a Pedra na Mão.

 

+ Sesc Digital

A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996, sempre pautada pela distribuição diária de informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela experimentação. O propósito de expandir o alcance de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente universalização de seu atendimento, incluindo públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40 unidades operacionais espalhadas pelo estado. Por essa razão, o Sesc apresenta o Sesc Digital, sua plataforma de conteúdo!

Saiba+: sescsp.org.br

Novorizontino empata com o Corinthians e…

08-03-2020 Hits:249 Esportes Fabio

Pela 9ª rodada do Campeonato Paulista, o Novorizontino enfrentou o Corinthians, em casa. A partida ficou empatada em 1 a 1. O Tigre saiu atrás no placar, mas 4 minutos...