Catanduva figura entre 40 municípios brasileiros, com mais de 100 mil habitantes, que apresentam nível de excelência na prestação de serviços básicos ao ser humano. É o que mostra a pesquisa realizada pela ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária).

O levantamento foi divulgado na sexta-feira, dia 5 de junho, data em que é comemorado o Dia do Meio Ambiente. Nele, o panorama evidencia o quão próximo Catanduva está da “Universalização do Saneamento”, categoria que reúne municípios com pontuações mais altas. Para o resultado da pesquisa é considerado a soma do desempenho de cada indicador: abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto, coleta e destinação adequada de resíduos sólidos – serviços prestados pela SAEC (Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva).

De acordo com o ranking, Catanduva obteve 496,30 pontos (23ª posição) na somatória dos serviços. A cidade atingiu a maior pontuação nos quesitos tratamento de esgoto e destinação de resíduos sólidos (100 pontos cada). A somatória máxima é de 500 pontos. Na região noroeste, Araçatuba conseguiu 494,45 pontos (30º posição) e São José do Rio Preto ficou com 489,27 (40ª posição). No topo do ranking aparece São Caetano do Sul. Em segundo lugar, Rio Claro e Piracicaba ficou na terceira posição. Todas com 500 pontos.

As 27 capitais brasileiras estão presentes no ranking 2020, que reúne 1.857 cidades. A classificação, segundo o porte do município, avalia o percentual de pessoas atendidas pelos serviços básicos. As informações obtidas no estudo são oficiais e constam no SNIS (Sistema Nacional de Informações de Saneamento).  Para todos os cálculos, a Abes teve por base o ano referência 2018. O estudo completo pode ser conferido através do link: http://abes-dn.org.br/?p=34979.

Fonte: SAEC

Perigo por trás das câmeras: privacida…

01-08-2020 Hits:150 Artigo / Coluna Fabio

Ameaça é utilizada para invadir dispositivos e roubar informações pessoais das vítimas