Para contribuir com um trânsito cada vez mais seguro, a Prefeitura de Catanduva lançou a campanha educativa “Motociclista consciente não vira estatística”. O objetivo é despertar a atenção do público-alvo e, desta forma, levar mais segurança para as ruas e avenidas da cidade.

A atividade é coordenada pela Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (STU), que resolveu começar 2020 com uma ação direcionada ao motoristas sobre duas rodas. O material publicitário, fruto da iniciativa, pode ser conferido na rotatória do Corpo de Bombeiros e nas proximidades do Terminal Rodoviário João Caparroz.

Além disso, orientações estão disponíveis no site www.catanduva.sp.gov.br para que o motociclista respeite as regras e seja consciente no trânsito.

O respeito dos demais condutores com o motociclista, aliás, será outro ponto marcante. Com o intuito de conscientizar que “em cima de uma moto existe alguém como você”, serão feitas abordagens nos principais cruzamentos da cidade. Haverá a distribuição de panfletos explicativos para motoristas, motociclistas e pedestres.

Dados do Infomapa, ferramenta do Governo do Estado de São Paulo, mostram que dos 19 acidentes com óbitos registrados em Catanduva, no ano passado, 10 envolveram motociclistas.

O guia orientativo divulgado pela STU mostra que 33% das mortes no trânsito são com acidentes com motos. Em nível nacional, são mais de 20 mil vidas perdidas a cada ano por conta dos acidentes envolvendo duas rodas. Outro detalhe importante é que mais de 74% dos acidentes acontecem com motociclistas comuns e 2,5 milhões de pilotos se tornam inválidos para o trabalho após os acidentes.

Para que o número não aumente, é preciso seguir regras básicas de segurança no trânsito, como o uso do capacete, respeito à sinalização, a indicação de manobras para os demais motoristas, revisão, manter-se visível para os motoristas, além de respeitar as faixas e limites de velocidade. A dica de ouro é nunca beber e dirigir.

“A prática da segurança no trânsito torna os motoristas mais responsáveis com as próprias vidas. Não queremos mais vítimas se transformando em estatísticas” destaca a secretária de Trânsito, Maria Luiza Sprone.

Você sabia?

  • Capacete previne danos maiores em caso de queda;
  • Jaqueta ou blusa grossa protege o corpo de esfoliações e ferimentos em caso de queda, além de ser proteção do sol e do vento forte;
  • As luvas evitam arranhões e lesões;
  • As calças de tecidos mais firmes evitam o enrosco com parte da moto;
  • As botas de materiais resistentes servem para proteger os pés.

 

Revisão do Plano Diretor terá Audiênc…

17-02-2020 Hits:363 Cidade Fabio

A Prefeitura de Catanduva promoverá Audiência Pública para votação da revisão do Plano Diretor Participativo. A atividade está prevista para os dias 27 e 28 de fevereiro, das 18h10 às...