O prefeito Afonso Macchione Neto confirmou nesta sexta-feira, dia 10 de janeiro, a redução imediata de nove cargos de confiança com intuito de diminuir despesas. A palavra de ordem é economizar em todas as áreas para que a Prefeitura tenha “fôlego” para honrar seus compromissos e ainda pagar as dívidas com o IPMC.

O objetivo da reorganização administrativa, segundo Macchione, é redimensionar o tamanho da máquina pública para o momento vivido pela Prefeitura, com redução de despesas, mas de forma a atender aos planos traçados para 2020.

“Abrimos o ano com um grande déficit para quitar, mas, ao mesmo tempo, com muitos projetos e intervenções importantes para concretizar”, avalia o prefeito.

Entre as alterações no primeiro escalão do governo, está a saída do secretário de Administração, Siguimar Emílio Pastori Filho, a exoneração de diretores e chefes, além de remanejamentos. Outras mudanças devem ser feitas nos próximos dias.

O engenheiro Marcos Queiroz Coelho, atual Secretário de Obras, assumirá a Secretaria de Meio Ambiente. Em seu lugar, reassumirá o engenheiro Marco Antônio Machado, atual Secretário de Planejamento. Já a sua vaga será ocupada pela arquiteta Adriana Bellini Bonjovani, contudo, com o cargo de diretora.

Por fim, para a Secretaria de Administração, Macchione designada a acumular funções a gestora de Gabinete, Daniela Aparecida Gonçalves Arieta.