Oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, o serviço de coleta de volumosos fechou o ano passado com 489,13 toneladas de materiais recolhidos. São objetos como camas, sofás, colchões e até mesmo móveis velhos que tiveram a destinação correta.

O serviço é oferecido o ano todo e visa garantir a limpeza de quintais e terrenos, com consequente redução de riscos à saúde pública. Esses materiais podem acumular água e servir como criadouro para o Aedes, que transmite dengue, zika e chikungunya, e abrigar animais peçonhentos como aranhas e escorpiões.

O recolhimento deve ser agendado pelos telefones (17) 3522-0814 e 3524-7239. A orientação é que o morador avise com antecedência em caso de desistência. Como o acesso das equipes é realizado na parte externa das residências, tudo deve ser colocado na calçada das casas para auxiliar o trabalho das equipes.

Em fevereiro, a ação ganhará reforço do projeto Cidade Limpa, que percorrerá todos os bairros entre os dias 11 e 19. A iniciativa tem parceria da TV Tem, afiliada da Rede Globo. Só no ano passado, foram coletadas 233 toneladas de materiais. A programação de 2020 está no site www.catanduva.sp.gov.br.

Conforme a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, o serviço de coleta de volumosos não inclui o recolhimento de resíduos da construção civil e material de poda e extração de árvores. A mesma regra valerá para o Cidade Limpa.

O descarte irregular de volumosos pode resultar em multa de R$ 1,5 mil ao infrator. As denúncias podem ser feitas pelo aplicativo Ouvidoria Catanduva, disponível para todos os smartphones, ou pelo telefone 0800-772-9152.

Imagem: Divulgação/ Prefeitura de Catanduva

Proença Supermercados doa R$ 23 mil em …

23-04-2020 Hits:315 Saúde Fabio

O Proença Supermercados doou R$ 23.674,53 em produtos para os hospitais da Fundação Padre Albino (FPA). Esta é a primeira parte da doação que atingirá o valor total de R$...