A Defesa Civil de Catanduva alerta os moradores para a ocorrência de chuva, mais forte que nos últimos dias, entre quinta e sexta-feira, dias 23 e 24 de janeiro. De acordo com a previsão, o volume de chuva pode chegar a mais de 100 milímetros no Noroeste do Estado de São Paulo.

A manifestação é feita com base no boletim emitido pelo órgão estadual. O documento aponta a região de Catanduva como uma das mais atingidas, além de elevado risco de enxurradas, quedas de árvores, alagamentos e inundações. As condições climáticas são reflexos da área de instabilidade atmosférica que favorece o desenvolvimento de tempestades, típicas do verão.

“Solicitamos aos moradores que, ao perceberem qualquer anormalidade em suas residências, sejam elas decorrentes de alagamentos ou dano estrutural, que deixem o imóvel imediatamente”, orienta o comandante da Guarda Civil Municipal e chefe da Defesa Civil, Luiz Carlos Larocca.

A Defesa Civil monitora pontos comuns de alagamentos e orienta os motoristas a desviarem desses locais. Dentre eles, as baixadas da avenida José Nelson Machado e ruas 24 de fevereiro, Ibirá, 21 de Abril e São Paulo - entre as avenidas Olímpia e São Domingos – e na região da Santa Paula e Vila São Luis.

Recomendações

Em caso de destelhamento de imóveis, devido aos ventos fortes, a orientação é permanecer dentro da residência e procurar abrigo, como uma mesa ou cama, para evitar ser atingido por cacos e pedaços de telha.

Outra orientação é evitar lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construções não protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veículos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas e jamais se abrigar debaixo de árvores isoladas.

Por conta do risco de descargas elétricas, as pessoas não devem entrar em piscinas ou lagos. Em rios e cachoeiras, o problema é agravado pela possibilidade de tromba d’água.

Em veículos, a dica é não passar por locais alagados. Se o condutor não conseguir ver o meio-fio, que tem em torno de 25 centímetros de altura, o ideal é mudar de rota para não perder o veículo e nem arriscar a própria vida. Em caso de alagamento inevitável, a orientação é sair do carro e buscar um local seguro.

Serviço

A Defesa Civil de Catanduva pode ser acionada pelo telefone 153 e o Corpo de Bombeiros atende ocorrências pelo 193. Já com o Samu, o contato é o 192.

Prefeitura distribui 2 mil cestas básic…

03-05-2020 Hits:179 Cidade Fabio

A força-tarefa para garantir alimentação às crianças e adolescentes vulneráveis cumpriu mais uma etapa. Nesta quinta-feira, dia 30, 434 cestas básicas foram entregues a famílias de baixa renda.