A Prefeitura de Catanduva informa a população, em especial o funcionalismo público, que NÃO PODE utilizar recursos da Secretaria Municipal de Saúde, tampouco as verbas estaduais e federais recebidas para enfrentamento da Covid-19, para custear a realização de testes rápidos para um grupo específico. Os recursos públicos devem ser utilizados de forma universal para toda a comunidade. Ou seja, o benefício dado a um catanduvense, tem que valer para todos.

Neste sentido, a Prefeitura frisa que TODAS AS PESSOAS que procurarem pelo sistema público de saúde COM SINTOMAS do coronavírus estão sendo testadas. Essa regra também vale, portanto, para os servidores públicos municipais. Se houver qualquer sintoma, é feito o teste. Essa estratégia vai além do previsto nos protocolos da Secretaria Estadual de Saúde e Ministério da Saúde, que preveem testes somente para pessoas de grupos de risco e que apresentarem sintomas da doença.

Quanto aos assintomáticos, a realização de testes rápidos só seria eficiente se realizada de forma periódica, tendo em vista o tempo para detecção do vírus após a contaminação do indivíduo – e que logo após o teste, ele pode se infectar e, apesar disso, acreditar no resultado negativo. A testagem contínua, entretanto, exige grandes volumes financeiros, tornando essa estratégia inviável para a Prefeitura, já que os recursos externos não podem ser utilizados.

Estratégias de testagem de pessoas assintomáticas poderão ser adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde, no futuro, de forma direcionada a grupos determinados pelos protocolos de saúde.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Procon e escolas fecham acordo sobre pag…

11-05-2020 Hits:210 Educação Fabio

O Procon-SP e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo (SIEEESP) fecharam um acordo estabelecendo diretrizes para negociação das mensalidades das instituições privadas no ensino infantil...