Mais uma estratégia para minimizar as pendências por visita casa a casa, no combate à dengue. A partir de agora, se o morador não for encontrado no imóvel na hora da vistoria, uma notificação será emitida para que o serviço seja agendado em até 48 horas. O documento será preenchido pelo próprio agente e deixado na caixinha do correio.

Atualmente, do total de visitas programadas diariamente, o equivalente a 35% acabam pendentes de bloqueios contra criadouros, condição que compromete o trabalho. “E essa pendência faz com que a ação de nebulização tenha sua eficiência reduzida”, destaca Natália Costa, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde.

A medida passou a ser praticada a menos de uma semana. De acordo com balanço da Secretaria de Saúde, 40 casas foram visitadas no último sábado, dia 14, via agendamento após a notificação.

No papel da notificação, consta o dia em que o agente esteve no imóvel, além do número telefone da EMCAa - Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti e aviso para que o morador agende a nova visita conforme sua disponibilidade, inclusive aos sábados.

A notificação não significa autuação e nem incide em multa ao cidadão. A iniciativa visa chamar atenção para responsabilidades de cada um, além de dar oportunidade ao munícipe que trabalha em horário convencional. Essa não é a primeira vez que a notificação de visita é utilizada no serviço de combate à dengue.

Balanço

Catanduva contabiliza 1.601 casos confirmados de dengue, do começo do ano até agora, de acordo com levantamento da Secretaria de Saúde. Além disso, mais 431 exames aguardam resultado.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Na Semana Nacional do Controle e Preven…

01-08-2020 Hits:1098 Saúde Fabio

Cuidados para evitar contágio devem começar pelo combate ao mosquito transmissor e proteção a animais de companhia