Tudo que um perfeccionista quer é realizar suas atividades com perfeição, mas, geralmente, esse desejo é para se proteger das críticas, rejeições e desaprovações. Ter esse traço pode ter o seu lado positivo, porém essa necessidade pode causar danos à saúde mental.

O psicólogo e professor da UNINASSAU Caxangá, Amaro Ferreira, comenta que o perfeccionista tem uma necessidade de atingir os altos e rígidos padrões criados por ele mesmo. "A pessoa tende a seguir regras e, constantemente, realiza autoavaliações que são muito rigorosas, nas quais ela se menospreza e se culpa, porque nunca está satisfeita com sua performance", esclarece.

O lado positivo do perfeccionismo está no alcance de objetivos, aperfeiçoamento de habilidades e na dedicação e determinação que são despertados no indivíduo. No entanto, na maioria dos casos, ela passa de uma necessidade saudável e se torna uma obsessão. "Os padrões de um perfeccionista são tão altos que nem ele mesmo consegue alcançar, por isso acaba se frustrando e acreditando ser incapaz", comenta.

As pessoas que possuem perfeccionismo tendem a demonstrar medo constante, frequentes frustrações, busca pela opinião alheia, autossabotagem e pensamentos extremistas. "Quem possui esse traço não gosta de decepcionar ninguém. Ele gosta de ter tudo sob controle. Desta forma, não admite que alguém não se agrade de alguma tarefa e tenta sempre provar a sua habilidade", explica.

O psicólogo é o especialista mais indicado para equilibrar o desejo da perfeição, entendendo qual a sua origem e os estados emocionais atrelados e tratar os males que ela causou. "Não há problema em buscar a excelência para atingir metas, seja na vida profissional ou acadêmica, mas é importante estar atento para não cometer danos a sua saúde mental", alerta.

Fonte: Imprensa - UNINASSAU

Novorizontino vence o Fast Clube e conse…

11-01-2021 Hits:634 Esportes Fabio

Na tarde deste sábado, jogando no Jorjão, o Novorizontino enfrentou o Fast Clube pelo jogo de volta das quartas de final da Série D. O Tigre venceu a partida por...