A pandemia de coronavírus acende o alerta para os golpes virtuais. Diante disso, a Fundação Procon orienta os consumidores para alguns dos golpes que mais chamam a atenção. Os estelionatários estão agora roubando dados da população por meio do envio de links falsos.

“Infelizmente, há criminosos que se aproveitam da situação enfrentada para causar prejuízo às pessoas”, destaca a coordenadora local do Procon, Beatriz Trigo.

A estratégia adotada é baseada no início do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600, que é concedido pelo governo federal aos trabalhadores autônomos e informais no período de quarentena.

O saque do FGTS, que também foi anunciado pelo órgão, permite a retirada de parte do saldo das contas ativas e inativas, uma maneira de minimizar os efeitos econômicos da pandemia. Esse é outro benefício que merece atenção.

O golpe vem de diversas formas, seja pelo envio de links com falsas ofertas de ajuda, a auxílio, dinheiro, conteúdo que chega pelo WhatsApp, redes sociais e emails que podem roubar dados pessoais das vítimas, o que acaba prejudicando ainda mais a situação financeira das famílias.

Além do auxílio emergencial e saque do FGTS, os estelionatários têm usado outras ofertas e informações para aplicar golpes como, por exemplo, os falsos aplicativos. Algumas dicas são fundamentais para não cair nesse tipo de cilada:

- Para obter informações e pedir o auxílio emergencial, acesse os sites oficiais (governo federal e Caixa Econômica Federal);

- Sobre o saque do FGTS, dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS e pelo site da Caixa;

- Não acredite em ofertas de ajuda, auxílio, dinheiro etc enviadas pelo WhatsApp, redes sociais, e-mails e não clique nesses links;

- Não confie e não compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem;

- Não preencha formulários que não estejam nos sites oficiais;

- Baixe aplicativos apenas das lojas oficiais;

- Em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um familiar ou amigo que possa ajudar;

- Utilize antivírus no computador, tablet e smartphone.

Em caso de dúvidas, consulte o Procon Catanduva pelo telefone 3531-9138.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Boletim Atualizado: Catanduva confirma m…

11-04-2020 Hits:350 Saúde Fabio

Boletim atualizado com mais um caso confirmado de coronavírus em Catanduva. Desta vez a paciente é uma mulher de 29 anos, que é profissional da saúde e está em isolamento...