Os hospitais da Fundação Padre Albino têm se destacado pelo trabalho de captação e doação de múltiplos órgãos no Noroeste Paulista. Comparando com o mesmo período do ano passado, de 1º de janeiro a 15 de maio, o número de recusas familiares para doação caiu de 30 para 14%, redução de mais de 50%.

Todas as dez mortes encefálicas foram avaliadas para doação de órgãos, resultando em sete potenciais doadores, uma recusa familiar e três contra- indicações médicas. No total foram realizadas seis doações de múltiplos órgãos, com captações realizadas no Hospital Padre Albino e no Hospital Emílio Carlos, com 86% de sucesso.

“A população está cada vez mais conscientizando-se sobre a importância da doação. As famílias estão passando por cima da dor da perda para proporcionar nova chance a outras pessoas e isso tem refletido na diminuição do número de recusas”, destacou a enfermeira responsável pela Comissão Intra Hospitalar de Transplantes (CIHT) da Fundação Padre Albino, Camilla Chieratto.

A CIHT da FPA ressalta que está seguindo o protocolo do Ministério da Saúde e Coordenação Geral do Sistema Nacional de Transplantes desde o início da pandemia do SARS – COV – 2 (COVID-19), garantindo total segurança durante o processo de diagnóstico de morte encefálica até a extração dos órgãos.

Fonte: Fundação Padre Albino

Prefeitura começa a instalar 3 mil plac…

19-01-2020 Hits:227 Cidade Fabio

Para facilitar a identificação de ruas e avenidas, a Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (STU), deu início nesta semana à primeira etapa de...