As estações do ano são oficiais em todo o Brasil. Não existe ser verão no centro-sul do país e inverno em outra região brasileira.

Como surgem as estações do ano?

As estações ocorrem de acordo com o movimento orbital da Terra em relação ao Sol. Isto faz com que a exposição aos raios solares seja diferente em cada porção do planeta. Por esse motivo, os hemisférios Sul e Norte sempre estão em estações opostas.

Mas, o que significa inverno amazônico?

O chamado " inverno amazônico" é a denominação regional em parte das Regiões Norte e Nordeste do Brasil do período mais chuvoso do ano. É um nome popular utilizado por quem vive nestas Regiões para justificar um período com mais nebulosidade e chuva frequente, quando faz menos calor.

Porém, o "inverno amazônico" (período mais chuvoso do ano) ocorre entre dezembro e maio, que são meses normalmente associados com o verão e o outono no calendário civil comum. Assim, quem não conhece o significado da expressão "inverno amazônico" acha que falar assim está errado.

Período chuvoso no Norte e no Nordeste

O que ocorre é que nos meses de verão e em parte do outono no Brasil, ou seja de dezembro até maio, a porção norte da Regiões Norte e Nordeste do país, recebem uma maior quantidade de precipitação. A expressão "inverno amazônico" é muito comum em Manaus e todo o norte do Amazonas, em Roraima, no Amapá, no norte do Pará, no Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte.

Nestas regiões, o aumento da nebulosidade e da chuva está associado ao tempo abafado, úmido presente na atmosfera e também pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e por sistemas meteorológicos de escalas menores, linhas de instabilidade e sistemas de brisas. O excesso de nuvens escondendo o sol e a chuva não deixam a temperatura subir muito.

Por isso, a impressão que se tem é de um clima parecido com o do inverno nestas regiões, com menos calor do que normalmente faz. Portanto, trata-se de uma denominação regional para um período onde há bastante chuva e muita nebulosidade.

Vale ressaltar, que nesta época de verão nestas partes das Regiões Norte e Nordeste, incluindo em Manaus, Belém, Macapá, Boa Vista, costuma chover bastante, com acumulados superiores a 200 milímetros em algumas localidades, o que chama bastante a atenção.

Não podemos esquecer que atualmente estamos no final do Outono e, a nova estação Inverno começa no próximo dia 20 de junho às 18h44, horário de Brasília e como já observamos durante o Outono tivemos registro do fenômeno da friagem em áreas do sul de Rondônia e do Acre, o que é normal para época.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Fonte: Comunicação da Climatempo