O cenário de pandemia não afetou o cronograma de pagamento do programa Bolsa Atleta em Catanduva. A Prefeitura decidiu manter os repasses mensais aos beneficiários, que estão sem treinar, seguindo as recomendações de isolamento social. O programa é uma espécie de patrocínio aos atletas de ponta da cidade.

De acordo com o levantamento da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo (Smelt), 39 atletas têm o auxílio financeiro em Catanduva. O contrato vigente foi assinado em fevereiro deste ano e os contemplados recebem o equivalente a 11 parcelas.

O valor da bolsa é fixado em R$ 200, R$ 350 e R$ 500 por mês, conforme a categorias e o desempenho dos atletas em competições oficiais. Para essa finalidade, a Prefeitura tem previsão de investir cerca de R$ 140 mil ao longo do ano.

“Priorizar os benefícios em tempos tão difíceis é uma forma de valorizar e reconhecer nossos atletas, por tudo o que eles representam ao esporte da nossa cidade”, ressalta Maria Rita Aguilar de Araújo, secretária municipal de Esporte.

Para essa edição do programa, as bolsas foram distribuídas entre atletas do atletismo (3), atletismo ACD (1), basquete (6), ginástica artística (4 bolsas) e rítmica (4), handebol (2), judô (4), levantamento de peso (3), natação (3), natação ACD (3), taekwondo (2) e xadrez (4). O benefício foi instituído em Catanduva em 2006.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Catanduva é a 58ª do Estado com maior …

02-06-2020 Hits:142 Economia Fabio

Levantamento do IPC Maps mostra que Catanduva tem o 58º maior potencial de consumo do Estado de São Paulo. As famílias da cidade poderão movimentar R$ 3,4 bilhões na economia...