No dia 23 de março é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down fazendo alusão à condição genética da trissomia do cromossomo 21, em que o indivíduo apresenta três unidades desse cromossomo ao invés dos dois habituais.

Para marcar a data, o curso de Medicina da UNIFIPA/FAMECA realizará, no próximo dia 30 de março, às 19h, o evento “Cromossomo do Amor: #conectar”, em uma edição especial e totalmente online pela plataforma ZOOM, quando profissionais da saúde discutirão sobre a importância da humanização no atendimento ao paciente com a trissomia do 21, além de relatos de familiares e cuidadores que vivenciam diariamente a síndrome.

“Em virtude da pandemia de COVID-19 não será possível a realização de atividade presencial para comemorar o dia. Porém, devido à tradição e à relevância da data no contexto universitário e social da instituição haverá comemorações de forma online”, salientou a Profa. Dra. Nilce Barril, mestre e doutora em Genética, docente do curso de Medicina e moderadora do evento, parceria entre a Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil (IFMSA) e as Ligas de Genética Médica (LGEM), Neuropsiquiatria (LNP), Endocrinologia e Diabetologia (LED) e Ortopedia e Medicina Esportiva (LAOME).

Voltada para alunos de saúde e do curso de Medicina, as inscrições podem ser realizadas através do link http://bit.ly/Cromosso21 até momentos antes do evento. Haverá certificação de 4h complementares pela IFMSA.

Palestrantes
*Dra. Louize Avancini, Residência Médica em Psiquiatria pela Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna. Atuação em dependência química no CAPS do Itapoã/DF.

‘Trissomia do 21: quebrando paradigmas e construindo uma abordagem humanizada’

*Profa. Dra. Jussara Sperandio, Mestre e Doutora em Enfermagem (EERP/USP). Docente do curso de Medicina da UNIFIPA/FAMECA.
‘Relato de experiência em Síndrome de Down’

(Fotos Divulgação)

Fonte: Fundação Padre Albino

'Meu Dinheirinho': Maple Bear alia curio…

17-03-2021 Hits:124 Educação Fabio

A intenção é formar jovens mais conscientes e sustentáveis financeiramente com a inserção do conteúdo de forma transversal em diversas disciplinas