O mês de fevereiro marca o retorno às aulas, de forma geral em formato híbrido, em vários estados brasileiros, incluindo São Paulo. Será um momento muito esperado por toda a comunidade escolar e que trará novas demandas. Fora as questões sanitárias - já bastante difundidas no retorno parcial no 4º trimestre de 2020 -, um dos principais pontos de atenção na Maple Bear, rede de escolas de ensino bilíngue com metodologia canadense, será o bem-estar emocional da comunidade escolar, principalmente dos alunos.

"As incertezas e o isolamento causados pela pandemia trouxeram desafios a todos que precisaram adaptar-se rapidamente a novos contextos, fazer concessões, desenvolver novas rotinas, recriar suas estratégias de ensino e aprendizagem, com utilização de novos recursos tecnológicos e adoção de procedimentos de segurança extras em relação à saúde física e emocional. As mudanças exigiram rápidas respostas e envolvimento além do habitual. Parte do acelerado processo de transformação, o desconhecido pode causar emoções negativas, como ansiedade e insegurança. Neste cenário, é imprescindível que os educadores facilitem a recuperação de um ambiente de aprendizagem seguro, saudável e estimulante aos alunos em curto prazo", explica Cintia Sant'Anna, diretora acadêmica da Maple Bear.


Para proporcionar uma transição bem-sucedida no retorno às aulas presenciais, a Maple Bear estabeleceu quatro eixos principais de preparação: reconstrução do relacionamento com os alunos; estabelecimento de novos procedimentos de comportamento e rotinas; organização e análise das evidências de aprendizagem dos alunos no período de isolamento, utilizando recursos como documentação, diálogo, atividades envolventes, que não gerem mais ansiedade aos alunos; e compartilhamento com toda a comunidade escolar do plano de retorno, para que todos saibam o que é esperado e quais procedimentos seguir.

Na Maple Bear, a atenção a esta área terá início com um check-in emocional, atividade em que as crianças compartilham uma lista de experiências, a exemplo de como "Minha mãe me ajudou com meus trabalhos escolares durante a quarentena", refletem como se sentiram naquela situação e identificam seu estado emocional atual. Serão promovidos também debates sobre outras experiências durante o isolamento (boas e más) e sobre como eles se sentem em voltar. Em sala de aula, a rede buscará manter ambiente de aprendizagem tranquilo, com exercícios respiração profunda, pausa para reflexão, alongamentos rápidos e orientação para suporte individual quando necessário. As artes também terão um papel importante com o uso de desenhos e outras expressões para o compartilhamento de sentimentos.

Algumas escolas Maple Bear pretendem ainda oferecer aulas de Yoga e meditação. Outros aspectos do bem-estar emocional serão trabalhados, como a expressão da gratidão, a perseverança, a prática do otimismo, a ressignificação de situações, atos de gentileza, a amizade, empatia e a importância de se ouvir o outro. Para os professores, foram promovidos webinars sobre o tema, intercâmbio com outros países em que a Maple Bear atua e em que já houve o retorno a atividades presenciais, e o compartilhamento de guias e materiais de apoio.

"As instituições educacionais têm papel importante para promoção do bem-estar em contexto tão desafiador. A adoção de procedimentos e políticas pela liderança escolar pode trazer contribuições essenciais para desenvolvimento de sentimentos positivos. Destaco a importância da criação de rotinas que integrem o acolhimento de professores e alunos e promovam oportunidades de todos expressarem e refletirem sobre seus sentimentos. Também é fundamental o desenvolvimento de estratégias que possibilitem a autorregulação das emoções e deem abertura para busca de apoio individualizado, como práticas de meditação, atividade física, alimentação e diálogo", ressalta a diretora acadêmica da Maple Bear.

Sobre a Maple Bear

Com origem em North Vancouver, British Columbia, Canadá, e com mais de 500 escolas em 24 países, atendendo mais de 40 mil crianças e adolescentes, a Maple Bear Canadian School é líder mundial em educação bilíngue, oferecendo ensino Infantil, Fundamental e Médio de alta qualidade, fundamentado nas melhores práticas que posicionam a educação canadense entre as melhores do mundo. As escolas Maple Bear proporcionam um sistema de aprendizagem centrado no aluno, em um ambiente seguro e estimulante, despertando a paixão por aprender ao longo de toda a vida. No Brasil, a Maple Bear está presente em todos os estados do País com mais de 150 escolas, que contam com uma metodologia canadense de ensino investigativo, bilíngue e multicultural. Em 2017, o Grupo SEB tornou-se o controlador da master franquia brasileira, que investe em treinamento com educadores canadenses, oferece uma oportunidade de negócio sólido e com propósito social que contribui com a formação dos jovens e do País.

Fonte: DFREIRE Comunicação e Negócios

BOLETIM CORONAVÍRUS - 19/12/2020

19-12-2020 Hits:262 Saúde Fabio

Boletim do coronavírus são 6.321 casos confirmados, sendo que 6.117 pacientes estão curados.