O período de férias escolares terminou e a escolas municipais, mantidas pela Prefeitura de Catanduva, estão prontas para receber 10.465 alunos na volta às aulas. São estudantes que fazem parte do Ensino Infantil e Fundamental e que deverão retornar à escola mais próxima de casa a partir desta segunda-feira, dia 3.

Em reunião realizada pela Secretaria Municipal de Educação, esta semana, os gestores das escolas foram orientados sobre a recepção aos alunos e familiares.


“Fizemos esse encontro para estimular o acolhimento dos alunos com atividades lúdicas e recreativas, envolvendo também pais e responsáveis. O objetivo é que a escola seja um espaço prazeroso e acolhedor, favorecendo a aprendizagem e o sucesso dos alunos”, ressalta a secretária de educação da prefeitura.


De olho no retorno dos alunos, alguns prédios ganharam pintura. É o caso das escolas Nelson Musa, no Alpino, Arnaldo Zancaner, na Soto, Maria Aparecida Azarite, no Santo Antônio, e Neuze Baptista, no Lunardelli. Por conta das chuvas, o trabalho atrasou, mas prossegue na escola Waldemar Aydar, no Giuseppe Spina.


As chuvas também atrasaram o trabalho de roçagem em algumas unidades. A prioridade foi dada às unidades de Ensino Infantil, mas a atividade prosseguirá após a volta às aulas até que todas as escolas estejam com jardins em ordem.


Segue em andamento, também, a implantação de cobertura nas quadras esportivas das escolas Graciema Ramos da Silva, no Solo Sagrado, e Mário Juliano Pozetti, no Nosso Teto. Nos dois casos, estão sendo feitas as bases estruturais.


Por fim, a escola Luzia Aparecida Sestito Gradella, no Residencial José Olympio Gonçalves, o Nova Catanduva I, passou por ampliação e terá quatro novas salas de aula para receber as crianças do 1º ao 4º ano.

Calendário

Por conta da preocupação com as crianças cujos pais trabalham, a Secretaria Municipal de Educação, neste primeiro momento, não acompanhará as mudanças nas férias escolares previstas para as escolas da Rede Estadual de Ensino.
“Vamos analisar como funcionará o sistema e, a partir do próximo ano, verificar se será benéfico para as nossas crianças seguir o Estado no calendário letivo. Por se tratar de uma novidade, manteremos as férias na metade do ano”, destaca.

Conscientização

Como a conscientização tem papel fundamental no combate ao Aedes aegypti, a Secretaria Municipal de Educação distribuirá 10 mil panfletos educativos para crianças e familiares sobre os cuidados necessários para eliminar os criadouros do Aedes, mosquito que transmite a dengue, zika e chikungunya. O assunto faz parte do projeto educativo e será tratado no decorrer do ano.

Ligas do curso de Medicina promovem live…

28-04-2020 Hits:199 Saúde Fabio

A Liga Acadêmica de Ortopedia e Medicina Esportiva (LAOME) e Liga de Endocrinologia e Diabetologia (LED) do curso de Medicina da UNIFIPA vão promover live sobre “Nutrologia Esportiva e Obesidade: Relação de...