A quantidade de Microempreendedores Individuais em Catanduva supera, por exemplo, os registros verificados em Barretos (com 5.892 MEIs), Cubatão (4.265), Guaratinguetá (5.820) e Ribeirão Pires (5.821 MEIs) – cidades de porte semelhante.

 Um dos principais fatores que colaboraram para o salto na Cidade Feitiço foi a implantação do Programa Empresa Agora, em 2017. Antes disso, Catanduva tinha 3.410 microempreendedores, o que corresponde a um aumento de 79,8%. A iniciativa da Prefeitura conta com a parceria do Sebrae, Associação Comercial e Empresarial (ACE), Sindicato Rural e Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio).

“Estamos fechando o ano de 2019 com vários indicadores positivos. Nossas empresas abriram mais de 1.000 vagas de trabalho, no comparativo com 2018, e o número de empreendedores não para de crescer. Seja para aqueles que buscam a segurança de uma carteira assinada ou mesmo para os mais empreendedores, que buscam ser donos do próprio negócio, Catanduva está oferecendo oportunidades”, destaca o secretário de Desenvolvimento, Fabio Rinaldi Manzano.

 Faixa etária

 O Portal do Empreendedor também revela que o maior número de microempreendedores de Catanduva se concentra na faixa etária dos 31 a 40 anos: 1.876. Também com participação importante está o público com idade entre os 21 e 30 anos (1.416) e, em terceiro, aparecem os MEIs de 41 a 50 anos (1.329).

 A participação do público de 51 e 60 anos totaliza 964 microempreendedores. Os idosos de 61 a 70 anos concentram 349 das MEIs. Os jovens entre 18 e 20 anos tem uma das menores participações, 116, enquanto que as pessoas acima de 70 anos formaram 79 MEIs. Outros quatro são adolescentes de 16 e 17 anos.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Saúde de Urupês confirma segunda morte…

09-07-2020 Hits:111 Região Fabio

A Secretaria de Saúde de Urupês registrou a segunda morte por COVID-19 na noite desta última quarta-feira (08/07/2020). A cidade já contabiliza 35 casos positivos da doença.