A GCM (Guarda Civil Municipal) de Catanduva mobilizou seu efetivo em operação conjunta com a Vigilância Sanitária, contra irregularidades a medidas sanitárias da quarentena. Conforme balanço das atividades, foram elaboradas 25 notificações. O trabalho começou no sábado (20) e se estendeu pela madrugada de domingo (21).

Foram flagrados bares funcionando fora das regras, com pessoas consumindo bebidas no local, e festas clandestinas com aglomeração, contrariando as regras que visam conter a propagação do novo vírus. Nas abordagens, os pedidos para fechar os estabelecimentos e acabar com as festas foram acatados.

“Essas operações serão cada vez mais constantes, visando manter a integridade das pessoas. Agimos com bom senso, mas situações de desrespeito não são toleradas. Orientamos os moradores para que não façam esse tipo de festa e nem consumam no interior dos estabelecimentos”, ressalta o comandante Luiz Carlos Larocca.

Em um dos flagrantes, responsáveis por uma “festinha” foram conduzidos à Delegacia. Nesse caso, os equipamentos de som foram apreendidos, já que o dono não se apresentou ao local. Eles foram ouvidos e liberados, mas vão responder a processo por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Denúncias à GCM podem ser feitas pelo telefone 153, inclusive de forma anônima, ou por meio do aplicativo Ouvidoria Catanduva, que pode ser baixado gratuitamente.

Imagem: Divulgação/GCM

Foto:Prefeitura de Catanduva

Governador Doria libera a verba de R$ 2 …

25-03-2020 Hits:312 Saúde Fabio

O Diário Oficial do Estado publicou na sua edição desta quarta-feira (25) a liberação da verba de R$ 2 milhões, em quatro parcelas, para o Hospital de Câncer de Catanduva...