A Federação das APAES do Estado de São Paulo (FEAPAES-SP) com o objetivo de promover a defesa dos direitos da pessoa com deficiência, participará no próximo dia 24, das 9h ás 12h, de uma Audiência Pública no âmbito da Ação Direta de Inconstitucionalidade 6.590, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), para discutir a Política Nacional de Educação Especial: equitativa, inclusiva e com aprendizado ao longo da vida – PNEE (Decreto nº 10.502, de 30 de setembro de 2020).

A coordenadora estadual de educação e ação pedagógica/educação profissional da FEAPAES/SP, Flávia Catanante Gonzaga de Castro, que é mãe de pessoa com deficiência, diretora de escola estadual, mestranda em educação universitária, especialista em educação especial, gestão escolar e gestão empreendedora e pedagoga habilitada em deficiência intelectual e da áudio comunicação, apresentará as defesas da rede apaeana do estado de São de Paulo na referida audiência, que será transmitida pela TV Justiça e pela Rádio Justiça.

“A FEAPAES-SP apoia a inclusão escolar na rede regular de ensino, e também entende que toda escola regular deve ser efetivamente inclusiva, juntamente com a disponibilização e manutenção das escolas especializadas e centros de atendimento educacional especializado, que atendam o público com deficiências de média e alta complexidade, em que a frequência na escola necessite de múltiplos apoios”, afirma a presidente da FEAPAES-SP, Vera Lucia Ferreira.

Vale ressaltar que é necessário potencializar o desenvolvimento da pessoa com deficiência em nível de igualdade, inclusive com apoio individualizado em ambiente que maximize seu desenvolvimento educacional e social, de acordo com a meta da inclusão plena.

Fonte: FEAPAES-SP