Mais de um ano após o início dos decretos de quarentena e uma série de restrições nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, a situação ainda é delicada e a vida como estávamos acostumados definitivamente não existe mais. Home office e delivery são duas expressões que, apesar de americanas, já fazem parte do dicionário da língua portuguesa. E para que funcionassem na prática, foi necessário uma revolução logística que apenas a tecnologia poderia promover.

As chamadas logtechs surgiram bem antes de imaginarmos uma pandemia global como a de Covid-19 e já tinham certa visibilidade ao surfar na onda dos apps facilitadores. Porém, com o aumento da demanda por serviços de entrega em absolutamente todos os setores e acontecendo ao mesmo tempo, deu-se o boom da categoria. Hoje, é difícil encontrar alguém que não tenha utilizado esses serviços.

A Lalamove, plataforma online de soluções em entregas que conecta usuários e empresas a motoristas parceiros, é uma dessas empresas. O gerente geral da startup, Luiz Giordani, explica que "mesmo sem saber, o consumidor está em contato com as logtechs. Seja por meio de um pedido de mercado, da sua loja favorita de roupas e acessórios ou até mesmo pela entrega de materiais de construção". Além das motos, a empresa realiza entregas com carros, vans e carretos.

Foi essa versatilidade de serviços, em conjunto à expertise de quem desenvolveu os apps, que salvaram uma série de pequenas e médias empresas no último ano. Com os decretos de restrição no funcionamento de comércio e serviços, estabelecimentos que nunca pensaram em trabalhar com entregas, tiveram de se adaptar em tempo recorde por uma questão de sobrevivência.

"A logística encontra desafios gigantescos em um país continental como o Brasil, por isso é gratificante poder ajudar essas pessoas que não faziam ideia de como começar seu fluxo de entregas", conta Giordani. "Sabemos que, como em muitos outros âmbitos da vida e da sociedade, a relação do cliente brasileiro com o delivery não voltará a ser como antes. Cada vez mais a facilidade de se ter de tudo na porta de casa será atrativa, e nós estaremos lá para realizar essa conexão de maneira eficiente", finaliza.

Sobre a Lalamove

Desde 2013, a Lalamove oferece as melhores soluções em logística para as necessidades de entrega de pessoas e empresas de todo o mundo. Milhões de clientes e motoristas parceiros usam a nossa tecnologia todos os dias para mover o que importa rapidamente. Atualmente, a Lalamove conecta mais de 7 milhões de clientes a um grupo de mais de 700 mil motoristas parceiros em carretos, utilitários, carros, minivans e motos. Funcionalidades como rastreamento em tempo real, serviços 24/7 e um sistema de avaliação de parceiros são ferramentas essenciais na nossa missão de tornar as entregas de última milha um processo rápido e simples. A Lalamove opera em 20 mercados da Ásia, América Latina e Estados Unidos e começou a oferecer serviços no Brasil em 2019. Mais informações em http://www.lalamove.com/brasil/home.

Fonte: NR-7 Comunicação

Gleison Begalli busca meios para ajudar …

03-05-2021 Hits:242 Política Fabio

O agravamento da pandemia no país tem deixado milhares de pessoas em extrema vulnerabilidade social. A alta no desemprego, aliada ao preço dos alimentos fez com que comer todos os...