A Prefeitura de Catanduva e o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), campus Catanduva, começam a utilizar nesta terça-feira, dia 21, um aplicativo que mostra as interdições do trânsito da cidade em tempo real. O projeto piloto, no período de 6 meses, será direcionado ao Samu e ao Corpo de Bombeiros.

O sistema foi desenvolvido pelos alunos do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Instituto Federal: Gilmar Revejes, Bruno Sartori e Matheus Quessada, com a supervisão dos professores Douglas Lieira, Luis Nakamura e Marco Colombo da Silva, sob coordenação do professor Rodolfo Ipolito Meneguette.

O app exibe o mapa da cidade com os pontos de interdição, destacados em vermelho, com início e final do bloqueio. As datas e períodos também estão na base de dados, que visa otimizar o tempo de percurso, com um transporte inteligente até a Upa ou o hospital, por exemplo, no atendimento às vítimas de acidentes.

A atualização das intervenções feitas na cidade será lançada diariamente pela equipe da Prefeitura e da Saec. Como forma de alerta, a cada novo bloqueio, um email é disparado aos órgãos cadastrados. Para facilitar a visualização, Samu e Bombeiros instalaram monitores em suas sedes, com atualização em tempo real.

Numa próxima etapa, a ideia é que o app seja utilizado por outros setores, como Guarda Civil Municipal, rede de ambulâncias, transporte coletivo e Polícia Militar. Se tudo correr bem, a liberação para uso dos munícipes será a última fase do projeto.

Reunião

Em reunião promovida pelo Instituto Federal, no mês passado, o aplicativo foi apresentado a representantes do Corpo de Bombeiros, Samu Regional, Guarda Civil Municipal, Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (STU) e Polícia Militar. No encontro foram definidas melhorias, o projeto piloto e as etapas de implantação.

Imagem: Reprodução/Aplicativo

Foto: Comunicação/Prefeitura

Boletim do Coronavírus - 28/09/2020 - T…

28-09-2020 Hits:525 Saúde Fabio

Catanduva confirma 131 óbitos por Coronavírus, há outros 4.686 casos confirmados, dentre esses 4.263 curados