A série Ideias, promovida pelo Sesc São Paulo por intermédio de seu Centro de Pesquisa e Formação (CPF), traz a transmissão ao vivo de debates sobre as principais questões que tensionam a agenda sociocultural e educativa atual, com o objetivo de incentivar a reflexão no contexto desafiador em que nos encontramos. Sempre às 16h, as conferências acontecem pelo canal do YouTube do Sesc São Paulo, com participação do público e tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Entre os dias 20 e 24 de julho, a série trata do Lançamento da Revista do CPF "Patrimônio cultural imaterial e desenvolvimento sustentável: desafios e convergências", na terça (20/07); dos 30 anos da Lei de Cotas no Brasil, na quinta (22/07), e no sábado (24/07), encerrando a semana de debates, de Corpo, gênero e esporte: desafios presentes e futuros. Para mais informações sobre as mesas e seus participantes, consulte a programação abaixo.

PROGRAMAÇÃO IDEIAS #EMCASACOMSESC

20 de julho, terça-feira

Lançamento da Revista do CPF "Patrimônio cultural imaterial e desenvolvimento sustentável: desafios e convergências"

A mesa vai falar do lançamento da Revista do Centro de Pesquisa e Formação (CPF) Nº 12, com apresentação do dossiê "Patrimônio cultural imaterial e desenvolvimento sustentável: desafios e convergências", organizado por Simone Toji em colaboração com o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.

Participantes:

Celia Corsino - museóloga, especialista em Administração de Projetos Culturais pela FGV, coordenadora museológica do Museu de Ciências da Terra CPRM/SGB.

Adriana de Souza de Lima - liderança caiçara da Jureia, integrante da União dos Moradores da Jureia (UMJ), representante da Coordenação Nacional das Comunidades Tradicionais Caiçaras (CNCTC).

Dauro Marcos do Prado - liderança caiçara, nascido e criado na comunidade do Rio Verde, na Jureia (SP). Pescador artesanal e agricultor.

Mediação:

Simone Toji - doutora em Antropologia Social pela Universidade de St Andrews, com pós-doutorado no projeto "UNESCO Frictions: Heritage-Making across Global Governance", envolvendo uma parceria entre a EHESS (Paris) e o IPHAN (Brasil).

Apresentação:

Marcos Toyansk - pesquisador e editor da Revista do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.


22 de julho, quinta-feira

30 anos da Lei de Cotas no Brasil

O Sesc São Paulo foi convidado pelo SINCOVAGA (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de São Paulo) para integrar a programação do evento "30 anos da Lei de Cotas no Brasil: perspectivas e horizontes para pessoas com deficiência no trabalho", organizado pela Câmara Paulista da Pessoa com Deficiência, que ocorre entre os dias 23 e 24 de julho. O direito ao trabalho para a pessoa com deficiência está garantido na Constituição Federal e em tratados e normas internacionais das Organizações Internacional do Trabalho (OIT) e das Nações Unidas (ONU), das quais o Brasil é signatário. Depois de 30 anos da Lei de Cotas no Brasil, ainda estão presentes desafios e novos paradigmas para a relação de trabalho, os quais serão tema deste debate.

Participantes:

Beto Pereira - sociólogo, jornalista, palestrante e gestor em acessibilidade e inclusão. Atualmente, preside a Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB), compõe a Presidência ampliada do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) e presta consultoria para corporações nacionais e internacionais.

Marinalva Cruz - gestora de políticas para inclusão e consultora especializada em inclusão profissional de pessoas com deficiência, graduada em Gestão de Recursos Humanos e pós-graduada em Gestão Pública.

Romeu Sassaki - ativista no movimento pelos direitos das pessoas com deficiência e consultor em diversas áreas da inclusão de pessoas com deficiência. Foi o autor da primeira colocação laboral por meio do método de emprego apoiado no Brasil.

Mediação e apresentação:

Amanda Amante - psicóloga, especialista em Psicopedagogia, Psicologia Organizacional, Gestão de Pessoas e Gestão da Diversidade nas Organizações, coordena a equipe de Atração, Seleção e Gestão de Carreiras na Gerência de Desenvolvimento de Pessoas do Sesc São Paulo.

24 de julho, sábado

Corpo, gênero e esporte: desafios presentes e futuros

As discussões atuais que tomam as práticas esportivas como objeto de investigação estão cada vez mais centradas numa multiplicidade de olhares analíticos. Considerar os corpos contemporâneos por esse prisma, atravessados por tais práticas nos espaços formais e não formais do esporte, parece ser um desafio colocado, que não é de tão fácil equacionamento. A proposta do debate é marcar o lançamento de um ciclo que acontecerá no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo com o tema "Formas contemporâneas de expressão de gênero nos esportes", que trará questões cruciais, experimentadas por corpos de mulheres, de pessoas transgênero e intersexo, e mesmo de alguns homens, que sofrem com preconceitos e fobias institucionalizadas ou com tentativas de tornar invisíveis e aniquilamento.

Participantes:

Alexandre Fernandez Vaz - doutor pela Universidade de Hannover (Alemanha), professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pesquisador do CNPq. Desenvolve discussões teóricas centradas em corpo, esporte, tecnologia, nos processos de escolarização, nos treinamentos esportivos e em outras experiências corporais e estéticas.

Helena Altmann - professora da Unicamp, pesquisadora das áreas de Educação e Educação Física, com foco na produção de conhecimento em educação, educação física e esportes, com ênfase nos debates centrados em gênero e sexualidade.

Wagner Xavier de Camargo - pesquisador das Ciências Sociais e Humanas, com destaque para a Antropologia, cujas discussões englobam gênero, sexualidade, corpos abjetos e minorias sexuais em práticas corporais e esportivas.

Apresentação:

Giovanna Togashi - Doutora em Ciências pela USP e pesquisadora do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.

+ AÇÃO URGENTE CONTRA A FOME
Com o objetivo de ampliar a rede de solidariedade para levar comida às pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Sesc São Paulo, em parceria com o Senac São Paulo, realiza campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis nas unidades do Sesc e Senac em todo o estado. São mais 100 pontos de coleta na capital, região metropolitana, interior e litoral. As doações são distribuídas às instituições sociais parceiras do Mesa Brasil Sesc, que repassam os itens para as 120 mil famílias assistidas. A Ação Urgente contra a Fome é uma iniciativa do Sesc São Paulo, por intermédio do Mesa Brasil Sesc, programa criado pela instituição há 26 anos que busca alimentos onde sobra para distribuir aos lugares em que falta. O que doar: alimentos não perecíveis como arroz, feijão, leite em pó, óleo, fubá, sardinha em lata, macarrão, molho de tomate, farinha de milho e farinha de mandioca. O Sesc conscientiza a população sobre importância da doação responsável, com itens de qualidade e dentro da validade.

Saiba +: sescsp.org.br/doemesabrasil

MESA BRASIL SESC SÃO PAULO
Paralelamente à campanha Ação Urgente contra Fome, a rede de solidariedade que une empresas doadoras e instituições sociais cadastradas segue suas atividades, buscando onde sobra e entregando em lugares onde falta, contribuindo para a redução da condição de insegurança alimentar de crianças, jovens, adultos e idosos e a diminuição do desperdício de alimentos. Hoje, dezenove unidades do Sesc no estado - na capital, interior e litoral - operam o Mesa Brasil. As equipes responsáveis pela coleta e entrega diária de alimentos foram especialmente capacitadas para os protocolos de prevenção à Covid-19, com todas as informações e equipamentos de proteção individuais e coletivos necessários para evitar o contágio.

Saiba+ sescsp.org.br/mesabrasil

Saiba como economizar gás de cozinha du…

14-07-2020 Hits:506 Economia Fabio

Os custos de gás podem comprometer ainda mais o orçamento das famílias nesse momento