A doação de sangue pode salvar inúmeras vidas. No dia 14 de junho é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue, a fim de agradecer aqueles que realizam esse ato de amor ao próximo. Outro objetivo é conscientizar sobre a necessidade de uma doação segura e como todos podem contribuir com a causa.

Segundo a hematologista e cooperada da Unimed Catanduva, Ana Carolina Doti, existem muitos mitos em relação à doação de sangue. 

“Um deles é se dói doar sangue. Na verdade, somente no momento da punção, como em qualquer medicamento aplicado ou soro, por exemplo. É indolor e super rápido”, destaca. Ela ainda garante que em torno de 15 minutos a doação já está completa e que o doador não sente nada além disso.

Outro mito bastante comum apontado pela especialista é o de que o sangue engrossa ou afina após a doação. “O sangue coletado,cerca de 450 ml, é recuperado rapidamente pelo organismo. Em torno de uma semana as hemácias já estão restabelecidas”, diz.

Unimed Pela Vida

Neste sábado, 50 colaboradores da Unimed Catanduva e Hospital Unimed São Domingos estarão presentes no Hemonúcleo de Catanduva. A campanha Unimed Pela Vida tem como objetivo incentivar a doação de sangue, reforçar a importância deste ato e promover a união das pessoas em prol de uma boa causa.

“É um ato altruísta, onde uma doação pode salvar até quatro vidas. Existem muitos pacientes que precisam, que possuem doenças crônicas, passam por cirurgias ou sofrem acidentes e necessitam de sangue, da doação e boa vontade de todos”, acrescenta a Dra. Ana Carolina.

Fonte: Stella Vicente - Unimed Catanduva

Centro de Saúde Doutor Aqui inaugura Un…

27-01-2022 Hits:1333 Saúde Fabio

Evento está agendado para a próxima quarta-feira, dia 2 de fevereiro