A febre é, muitas vezes, uma resposta do sistema imunológico, uma ação natural da resposta do corpo a uma infecção e pode ajudar a combater a propagação do agente infeccioso, além de estimular o sistema imunológico. 

Quando o corpo detecta a presença de um agente invasor, como bactérias, vírus ou outros patógenos, ele desencadeia uma série de reações fisiológicas para combater a infecção, sendo a febre uma dessas respostas.

Walter Peres, médico pediatra e professor do curso de Medicina da Uniderp, destaca que a medicação precipitada pode ser um erro, na maioria dos episódios de febre e explica o porquê. "Entender o motivo de esperar três dias antes de se preocupar quando seu filho apresentar febre é crucial para uma abordagem mais racional desta condição tão frequente. Com certeza este conhecimento vai evitar muitas idas desnecessárias aos prontos atendimentos. A febre, muitas vezes, é uma resposta natural do corpo a infecções virais e costuma resolver-se por conta própria, na maioria dos casos até 72h (3 dias)".

Segundo o pediatra, este período de observação, para crianças em bom estado clínico geral, permite diferenciar na maioria das vezes entre uma febre passageira de origem viral e uma condição mais grave que exige atenção médica imediata. No entanto, o especialista salienta que o tempo de duração da febre não é o único parâmetro a ser monitorado. "Sintomas que possam indicar piora clínica, como dificuldade para respirar, prostração, sinais de desidratação ou febre muito alta e persistente, indicam a necessidade de uma avaliação pelo pediatra com maior urgência", completa.

Para cessar a febre de forma natural, entre as opões estão manter a criança confortável com roupas leves, além de hidratada com líquidos como água e sucos naturais; banho morno e compressas frias na testa ou axilas podem auxiliar na diminuição da temperatura corporal. "Alguns medicamentos para baixar a febre podem ter efeitos colaterais, especialmente em pacientes infantis. Sendo assim, adiar o uso desses medicamentos pode reduzir os efeitos colaterais indesejados", finaliza o pediatra.

Sobre a UNIDERP

Fundada em 1974, a Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp) já transformou a vida de milhares de alunos, oferecendo educação de qualidade e formação compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação lato sensu, mestrado, doutorado e extensão, presenciais ou a distância. Uma das universidades mais tradicionais do estado do Mato Grosso do Sul, presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio do Núcleo de Práticas Jurídicas e das Clínicas-Escola na área de saúde que abre espaço para a atuação dos acadêmicos, unindo formação de qualidade com a preocupação de compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. O curso de Medicina oferece infraestrutura completa com laboratórios de simulação que aprimoram o aprendizado por meio de aulas práticas. A universidade tem parcerias em hospitais conveniados, em diversos pontos da região, com programa de estágio e residência. Para mais informações, acesse o site.

Fonte: COGNA

Prefeito atende solicitação do Dr. Lui…

08-06-2023 Hits:784 Política Fabio

Vereador luta há vários anos por essa mudança no trânsito da região central de Catanduva