O acúmulo de água continua a ser notado em vários pontos de Catanduva justamente na época em que deve ser evitado.

A água parada aliada as altas temperaturas favorecem a procriação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, doença que já resultou em inúmeras epidemias na cidade. O vereador Gleison Begalli (PDT), presidente da Câmara de Catanduva, está solicitando ao superintendente da SAEC, Marcos Machado, para que verifique o cruzamento da Rua Campinas com a Santa Catarina, considerando que no local ocorre o acúmulo de água e sujeira, ocasionando problemas aos moradores da região.

Foto Tamires Estruzani

Fonte: Câmara Municipal de Catanduva

Ivan Bernardi busca melhorar qualidade d…

10-05-2021 Hits:336 Política Fabio

Para uma pessoa que não pratica nenhum tipo de esporte, uma caminhada de 10 minutos por dia já provoca efeitos perceptíveis ao corpo, depois de apenas uma semana. Além da...