O famoso "passear com o cachorro" de que todos falam e deu origem a tantos memes, hoje em dia não só serve para respirar um pouco, mas também para "abrir mão" da situação do lar familiar. Isso é demonstrado pelos dados de usuários do Gleeden, a plataforma de encontros extraconjugais líder mundial, projetada por e para mulheres. De acordo com esses dados, a maioria dos usuários aproveita a oportunidade para se conectar e bater um papo quando sai de casa para passear com o cachorro.
 
Desde o início do confinamento pelo coronavírus, a plataforma passou por um crescimento recorde: foi registrado um aumento de cadastros de 160%. Os mais de 6 milhões e meio de usuários de Gleeden resistem ao confinamento com base em chats e sexting (envio de imagens de conteúdo sexual por aparelhos eletrônicos) e se preparam para, quando esse período de alerta passar, voltar às suas infidelidades habituais.
 
O tempo de conexão também aumentou, passando de uma média de 2 horas para atuais 3 horas, ou seja, mais 50%, embora as ligações sejam mais curtas, dado o risco acrescido de ser "apanhado" em flagrante. Por esse motivo, os usuários utilizam mais o botão de pânico ou o agito para sair, que permitem sair do aplicativo com um leve movimento da mão ou navegar em modo discreto, para torná-lo mais seguro e privado.

 

 
Isso acontece porque morar juntos 24 horas por dia, sete dias por semana, especialmente quando você não está acostumado, pode ser difícil.
 
"Os dias de confinamento afetam os casais com base em diversos fatores: se há filhos envolvidos, se trabalham em casa, se a casa é maior ou menor ou se já havia problemas antes da quarentena", afirma a psicóloga clínica e especialista em sexologia, Laia Cadens.
Na China, país que passou pela situação de isolamento social antes de nós, há registros de ações judiciais de divórcio após a saída do isolamento forçado.
 
Nesse sentido, "a previsível crise econômica que se seguirá ao coronavírus reduzirá o número de divórcios: os casais não terão orçamento para ações judiciais, o que, por sua vez, continuará aumentando o número de infidelidades", finaliza a psicóloga.
 
Assim, os usuários do Gleeden buscam momentos para "arejar" a cabeça. O momento de maior intensidade ainda é a noite, embora as conexões tenham aumentado na primeira hora da manhã e ao meio-dia, após as refeições - o que seria a "hora do cochilo". Conectar-se na pia ou na varanda são duas opções que também estão crescendo muito, longe do possível olhar do companheiro.
 
Sobre o Gleeden
O Gleeden é o site nº 1 para encontros extraconjugais projetado por e para mulheres. Foi criado na França em 2009 e, atualmente, tem representação em outros países como Itália, Espanha, Índia, e na Região da América Latina, e mais de 7 milhões de usuários.
O objetivo do site é responder às necessidades do público feminino, graças a funcionalidades específicas para elas. O Gleeden.com empodera as mulheres mais liberais que desejam ter casos extraconjugais com total discrição.
 
http://pt.gleeden.com/
 
Fonte: About.com