A Prefeitura de Catanduva lançou uma plataforma de inteligência artificial destinada a fazer a triagem e acompanhamento on-line de pacientes com suspeita do novo coronavírus. Por Whatsapp ou no site da Prefeitura, a robô Laura “aborda” o usuário e, num bate-papo, colhe informações e esclarece dúvidas sobre a doença, segundo os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Dez hospitais brasileiros e três prefeituras estão com plataforma em funcionamento. Mais de 5 mil pessoas já fizeram a triagem virtual. A Prefeitura Municipal de Curitiba foi a primeira a oferecer a solução de inteligência artificial na página inicial do site do poder municipal. Agora, a Prefeitura de Catanduva abraçou a nova tecnologia.

“Essa plataforma de teleatendimento é mais uma medida de enfrentamento ao coronavírus. A partir do primeiro contato, o munícipe passará por uma triagem online e, a partir do resultado, será monitorado pela Laura, que vai manter contato diário via Whatsapp por 14 dias, ou será direcionado ao atendimento via telefone por um profissional de saúde”, explica o secretário de Saúde, Ronaldo Gonçalves Júnior.

Desde o anúncio do estado de pandemia pela OMS, devido à rápida proliferação do novo coronavírus, a startup de inteligência artificial Laura vem trabalhando no desenvolvimento de uma solução para ajudar hospitais e prefeituras na triagem e previsão da demanda de atendimento de pacientes com suspeita da Covid-19.

A triagem virtual da Laura PA Digital começou a operar em 30 de março, de forma a orientar a ida do paciente às unidades de saúde ou hospitais, se for necessário. Com os dados da triagem, os pronto-atendimentos têm previsão de demanda, isto é, quantos e quais pacientes já estão a caminho e se há sinais de gravidade relatados.

Para falar com a Laura, o cidadão pode fazer contato pelo WhatsApp (41) 98774-6489 ou utilizar o chat disponível no site da Prefeitura: www.catanduva.sp.gov.br.

A iniciativa tem o apoio do Instituto Laura Fressatto, que promove o desenvolvimento e a pesquisa em inteligência artificial para a área da saúde. Em Catanduva, a implantação da Laura foi viabilizada a partir de parceria com o Instituto Votorantim.

Tecnologia para salvar vidas

A Laura é uma tecnologia implantada em instituições de saúde para identificação precoce dos riscos de deterioração clínica. Por meio de inteligência artificial e tecnologia cognitiva, faz o gerenciamento de dados da rotina hospitalar e emite alertas de forma a melhorar a capacidade preditiva, com previsões mais estáveis.

Ativo desde 2016, o robô Laura já analisou cerca de 2,5 milhões de atendimentos e reduziu em 25% a taxa de mortalidade hospitalar. Além de ajudar a salvar 12 vidas por dia, é um instrumento para otimização de tempo e recursos em saúde.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Direito UNIFIPA promove palestra virtual

20-04-2020 Hits:186 Educação Fabio

Nesta quinta-feira, 23 de abril, às 19 horas, pelo Facebook e pela plataforma Zoom, o curso de Direito da UNIFIPA promove palestra com o Prof. Dr. Marcelo Truzzi Otero com...