Em meio à pandemia de coronavírus que tanto exige esforços dos profissionais de saúde, equipes que atuam na rede municipal de saúde de Catanduva vão receber atenção de psicólogos e psiquiatras. O novo projeto desenvolvido nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps II e Caps-AD) visa ao bem-estar desses trabalhadores.
O cronograma de ação prevê que o primeiro contato será feito pelas equipes dos Caps diretamente nas unidades de saúde nos bairros, onde os colaboradores atuam.

Durante as visitas, serão realizadas atividades em grupo, como por exemplo, rodas de conversa, que vão abordar aspectos emocionais. Os psicólogos vão orientar os profissionais sobre como lidar com as emoções no dia a dia de trabalho e no ambiente familiar.

< A preocupação é resguardar a saúde mental dos trabalhadores em meio à crise e o que pode ser feito para amenizar possíveis consequências da rotina de trabalho na vida pessoal e profissional de cada um.

Uma das situações que acometem os trabalhadores que atuam na área da saúde é o estresse, além da preocupação dos riscos de contaminação. “Eles precisam de apoio emocional para que fiquem bem e, com isso, garantir que o trabalho atenda às expectativas dos pacientes”, ressalta Ronaldo Gonçalves Júnior, secretário de Saúde.

A ideia é colocar o serviço à disposição dos profissionais, ofertando apoio emocional via Caps a quem precise. As atividades começam na semana que vem.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Pesquisa nacional avalia os efeitos da p…

11-07-2020 Hits:65 Cultura Fabio

Sesc integra o esforço de encontrar soluções para as atividades de cultura no pós-pandemia