O arrastão contra a dengue, realizado pela Prefeitura de Catanduva, entra em nova área nesta quinta-feira, dia 19. O trabalho de combate ao Aedes será desenvolvido em mais 12 bairros. O mapa foi traçado pela Secretaria de Saúde em parceira com a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) e envolve toda a cidade.


Nesta etapa, serão atendidos os bairros José Olympio Gonçalves (Nova Catanduva 1), Residencial Júlio Ramos (Nova Catanduva 2), Gabriel Hernandez, Esplanada, Orlando Facci, Imperial, Flamingo, Vila Maria Jorge, Ipanema, Vila Guzzo, Ipiranga e Vila Paulista. O trabalho incluirá, ainda, os distritos industriais que ficam nessa redondeza: Antônio Zácaro, Giordano Mestrinelli e José Antônio Boso.


A ação mobilizará a EMCAa (Equipe de Combate ao Aedes aegypti) e agentes comunitários dessa região da cidade. Diariamente, o grupo terá como ponto de partida uma unidade de saúde, sempre às 7 horas. De lá, as equipes serão direcionadas, cada qual a uma área de abrangência.


A mobilização consiste em vistoriar o maior número possível de imóveis, de forma ordenada, em cada região da cidade e, com isso, eliminar possíveis focos do Aedes aegypti. Se necessário, haverá a nebulização costal, em regiões específicas.


Os moradores serão orientados sobre os perigos da dengue. A Secretaria Municipal de Saúde pede que a população colabore com a iniciativa e receba os agentes.

Boletim

 A Secretaria atualizou as notificações por dengue. De acordo com o boletim divulgado nesta quarta-feira, dia 18 de março, Catanduva tem 4.088 casos positivos de dengue e 3.265 exames estão em investigação. Os números se referem ao ano de 2020.

Prefeita pede auxílio ao deputado Balei…

25-03-2020 Hits:188 Política Fabio

A prefeita Marta do Espírito Santo Lopes pediu ao deputado federal Baleia Rossi a liberação de recursos para implantação de um hospital de campanha em Catanduva, caso o número de...