Já em funcionamento no Hospital Unimed São Domingos (HUSD), o Protocolo de MEWS teve 100% de efetividade nos primeiros meses de funcionamento. O Modified Early Warning Score, que significa “pontuação de alerta precoce modificada” em português, tem como objetivo assegurar o pronto atendimento ao paciente, através da detecção antecipada de sinais de deterioração clínica, possibilitando intervenção médica imediata.

Após três meses de implementação no HUSD, o MEWS mostrou que o socorro oportuno evita agravamentos e óbitos. Para chegar a este índice promissor, foi necessário aderir à estratégias no monitoramento dos internados, cujos sinais vitais são aferidos pela equipe de enfermagem e, imediatamente, enviados a um sistema integrado, responsável por calcular o nível de deterioração e sinalizar para socorro imediato. 

O Protocolo de MEWS no HUSD tem uma eficiência ainda maior devido à alta tecnologia implantada, como conta a consultora da Metodologia ONA, Vânia Dias, que vem acompanhando as melhorias do hospital em busca da Acreditação.

“O hospital passa a ter uma estratégia para identificar qualquer sinal de deterioração clínica muito precocemente, então o socorro é imediato e isso diminui a mortalidade institucional ao longo do tempo. É uma inovação do ponto de vista de conduta clínica com o uso muito bem adequado da tecnologia, que proporciona uma visualização imediata da deterioração”, pontua.

Vânia vê como destaque o fato de que no HUSD há uma equipe específica para a função de verificar a deterioração dos pacientes por meio do Protocolo de MEWS. São quatro médicas hospitalistas que atuam diretamente neste processo.

“A tecnologia ajuda a identificação precoce e o hospital tem o time, que está pronto. As médicas hospitalistas revezam plantões, pois estão dedicadas para esse atendimento do socorro precoce”, diz a consultora, que ainda afirma que o maior beneficiado no decorrer de todas essas ações é o paciente.

Fonte: Stella Vicente - Unimed Catanduva

Jovem morre ao bater motocicleta contra …

26-12-2023 Hits:748 Região Fabio

Acidente aconteceu por volta das 19h50 na segunda-feira (25), na Rodovia Roberto Mario Perosa (SP-379). Hiago Miranda Thomé da Silva morreu no local.