Catanduva registrou 1,5 mil atendimentos de pessoas que apresentaram sintomas respiratórios no mês de junho. O número é referente à quantidade de pacientes consultados nas unidades de saúde, referência para esse tipo de procedimento.

De acordo com o balanço da Secretaria Municipal de Saúde, a maior parte da demanda foi absorvida na UPA, algo em torno de mil atendimentos. Enquanto que, as unidades de saúde dos bairros somaram outros 500 atendimentos.

Devido à pandemia do novo coronavírus, todos os postinhos de saúde contam com salas separadas para acolher e consultar o munícipe que apresenta quadro gripal. O encaminhamento adotado segue protocolo do Ministério da Saúde.

Para garantir a segurança dos profissionais e dos munícipes, barreiras foram montadas na recepção desses pontos de atendimento para que o distanciamento seja respeitado na triagem. Na UPA, há uma ala específica para esse público.

A orientação da Secretaria de Saúde é que o paciente relate os sintomas no momento em que ele chega à unidade do seu bairro para acolhimento específico.

Por conta da transmissão comunitária da covid-19, a síndrome gripal é tratada como infecção. Pacientes com quadro mais leve de gripe são encaminhadas ao isolamento domiciliar por 14 dias. Em casos mais graves, quando há dificuldade de respirar ou doenças respiratórias crônicas, são encaminhados aos hospitais.

Atualmente, na rede pública de saúde de Catanduva, todas as pessoas que apresentam sintomas respiratórios são submetidas a testes para covid-19. 

Imagem: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Riopreto Shopping recebe exposição in…

15-09-2020 Hits:98 Região Fabio

O Riopreto Shopping recebe nesta terça-feira, dia 15, a exposição "Liberdade" da artista plástica Jane Ferrari.