Um projeto de lei propõe que o governo estadual forneça, de maneira gratuita, álcool em gel para as populações de baixa renda do Estado de São Paulo. Protocolada nesta sexta-feira (13), a matéria necessita de aprovação em plenário.

O uso de géis antibacterianos é recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como método de prevenção contra, por exemplo, o novo coronavírus.

De autoria da deputada estadual Beth Sahão (PT), o projeto prevê o fornecimento do álcool etílico em gel antisséptico 70° INPM durante períodos em que o território paulista for acometido por surtos epidêmicos de doenças respiratórias, como o Covid-19.

Com base num levantamento, o projeto destaca a alteração de preços do produto. Um frasco de álcool em gel de marca popular subiu de R$ 16,01 em 27 de fevereiro para R$ 41,99 em março deste ano – o que representa, segundo cálculos da equipe da parlamentar, um aumento de 161% em menos de uma semana.

“Tal situação torna proibitivo o acesso das pessoas de baixa renda a um método eficaz de prevenção não só ao coronavírus, mas outras doenças respiratórias igualmente mortais, como a gripe”, argumenta Sahão.

A petista também solicitou ao governador João Doria (PSDB) a criação de um Fundo Estadual Emergencial de Combate a Epidemias, para garantir recursos para ações voltadas a conter o avanço de doenças epidêmicas em municípios que se enquadrarem comprovadamente no Estado de epidemia de doenças infeccionas.

São Paulo é o Estado com o maior número de infectados do País – outros nove Estados também registraram quadros.

Fonte: Portal R7

Prefeitura inicia construção de novos …

13-05-2020 Hits:206 Cidade Fabio

A Prefeitura de Catanduva deu início à implantação do canteiro de obras nesta quarta-feira, dia 13, para a construção de um novo bloco de sanitários públicos com acessibilidade, na Praça...