Temperaturas entre 37°C e 43°C devem ser observadas em uma ampla área do país abrangendo estados de todas as regiões.
 
Esta onda de calor será sentida nos seguintes estados, com diferentes graus de severidade:
 
Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Rondônia, Acre, Amazonas, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco e Bahia
 
O calor muito acima do normal e por vários dias consecutivos é um risco para a saúde. Atenção especial com idosos e crianças.
 
Fique atento e consulte um médico em caso de sintomas adversos.
 
Acompanhe as notícias e alertas especiais sobre esta onda de calor no site ou app da Climatempo.
 
Este alerta é valido até 23h59 de 7/10/2020 podendo ser renovado, ajustado ou encerrado a qualquer momento.
 
Sobre a Climatempo
Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.
 
Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.
 
A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação da Climatempo