A diretoria da Tietê Agroindustrial/Bax Catanduva confirmou que a equipe deve participar da Copa São Paulo de Basquete Feminino. O anúncio foi feito pela dirigente Natália Burian.

Segundo ela, o campeonato será organizado pela Federação Paulista de Basquete (FPB), na qual Natália também atua como vice-presidente. Nos próximos dias, a dirigente deve participar de reunião, em São Paulo, ao lado do presidente da entidade, Enyo Correia, para resolverem detalhes da competição. “A expectativa é que a Copa São Paulo comece em março; no máximo, na primeira semana de abril”, explica Natália.

Na última semana, o Bax Catanduva informou que não disputará a Liga de Basquete Feminino (LBF), uma vez que não foram oferecidas as contrapartidas para as equipes que cumpriram todas as exigências da entidade. “O Bax atendeu tudo que foi pedido. Conseguimos, inclusive, o empréstimo da quadra com piso de madeira. Mas a Liga não nos deu contrapartidas. Antes, custeavam passagem aérea, arbitragem, a transmissão dos jogos. Hoje, conseguiram um desconto de 40% para as viagens de avião e só. Os outros 60% e mais tudo que envolve o deslocamento ficam por conta das equipes”, explica.

Ela garante que as equipes que não forem disputar a Liga não ficarão paradas, tendo atividade até o início dos Jogos Regionais, porque a Copa São Paulo vai abranger times de outros estados também.

O técnico do Bax Catanduva, Cesamar Fernandes de Miranda, afirma que o recuo da Liga foi um ‘balde de água fria’ nos planos do time, porém, nem tudo está perdido. “Estamos negociando com atletas e vamos montar a equipe de acordo com os campeonatos que serão disputados no primeiro semestre. Estamos fazendo um planejamento estratégico”, comenta.

(Fonte/Foto: Assessoria de Imprensa – Buenas Comunicação)