A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Turismo (Smelt), definiu critérios técnicos para atender os candidatos ao cadastro do programa Bolsa Atleta 2020. As normas estão fixadas em resolução publicada na Imprensa Oficial do Município, edição nº 1.454, desta quarta-feira, dia 11.

O programa visa incentivar a prática esportiva por meio da concessão de benefício a atletas, com base em seus resultados em competições esportivas oficiais, representando Catanduva, ao longo deste ano.

A bolsa contempla modalidades que compõem os programas olímpico e paralímpico. Ao todo, são cinco categorias de benefícios: Estadual, Nacional, Internacional, Regional e Estudantil. Cada uma delas com critérios específicos para que o candidato possa pleitear o benefício. Os valores de concessão dos benefícios variam entre R$ 500, R$ 350 e R$ 200.

A seleção dos beneficiários levará em conta a melhor classificação entre os candidatos, considerando todas as competições do calendário. Além disso, será respeitada a cota de no mínimo dois paratletas contemplados.

Os interessados em concorrer a uma bolsa, deverão comparecer à Smelt, no período de 14 a 21 de janeiro de 2020, das 7 às 10h30 e das 13 às 16h30, e apresentar documentação especificada na resolução. A classificação será feita por uma banca examinadora composta por técnicos desportivos da Smelt.

Quem estiver com a documentação solicitada aprovada terá seu nome publicado na Imprensa Oficial no dia 31 de janeiro de 2020. Já os nomes dos classificados para assinatura do documento definitivo serão divulgados no dia 3 de fevereiro.

O Bolsa Atleta é um programa de financiamento direto ao esportista. Para essa finalidade, a Prefeitura estipulou o limite mensal de R$ 13 mil em 2020. Os contratos terão prazo estipulado de 11 meses de duração, a partir da assinatura.

Nota Fiscal Paulista libera mais R$ 13,3…

17-07-2020 Hits:81 Economia Fabio

Liberação mensal é referente às compras ou doações realizadas em março de 2020