A volta do Campeonato Paulista Série A1 - 2020 foi liberada ontem, pelo Governo do Estado de São Paulo. Porém, nesta quinta-feira é que os presidentes dos 16 clubes, mais a diretoria da Federação Paulista de Futebol, reuniram-se por videoconferência para discutir alguns detalhes do retorno, que será no dia 22 de julho.

"Essa liberação foi algo muito esperado, porque até então, nós não tínhamos uma data, e isso, diante de um planejamento, uma logística de trabalho, de uma adequação ao que se aproxima do ideal, era primordial. A data de retorno foi uma coisa construída aos poucos, entre clubes, Federação, e comitê médico. Por isso, estamos felizes com a liberação, foi algo muito positivo", disse o presidente do Novorizontino, Genilson da Rocha Santos.

Os jogos serão liberados para acontecer apenas nas cidades que estiverem na fase amarela da flexibilização. Como até a volta haverá atualização das fases, ainda não se sabe o local e horário de cada partida.

"Nesta sexta-feira vai ter uma nova atualização a respeito das fases de flexibilização, pois no momento, apenas São Paulo e algumas cidades da grande São Paulo estão na faixa amarela, as demais estão na laranja e vermelha, situação que não permitiria os jogos. Acreditamos que com a nova atualização, mais algumas regiões estarão na faixa amarela, e dessa forma terão a liberação para realizar os jogos", finalizou o presidente do Tigre.

Leia abaixo a nota da Federação Paulista:

A Federação Paulista de Futebol e os Clubes do Campeonato Paulista Série A1 - 2020 realizaram novo Conselho Técnico, por meio de videoconferência, nesta quinta-feira. A partir da autorização concedida pelo Governo do Estado de São Paulo para que a competição seja retomada no dia 22 de julho, os clubes decidiram:

- Conforme determinado pelo Governo do Estado, as partidas restantes do Campeonato Paulista serão realizadas apenas nas cidades que estarão na fase amarela do plano de enfrentamento do Coronavírus ou autorizadas pelo Centro de Contingência da Covid-19. Com a constante atualização das cores das regiões, os locais e horários das partidas serão definidos nos próximos dias e comunicados oficialmente;

- A Federação Paulista de Futebol irá custear o transporte e hospedagem dos clubes que não puderem atuar em suas sedes, se assim for solicitado pelas agremiações;

- O Regulamento Específico da Competição será mantido. Diante da paralisação do Campeonato por mais de três meses, se fez necessária apenas uma adequação nas datas das partidas, de registro e de inscrição de atletas. Deste modo, foi definido que a data-limite para o registro de jogadores será 20 de julho e a inscrição para a competição, 21 de julho. Segue mantida também a possibilidade de troca de 4 atletas antes das quartas de final, conforme previsto no REC;

- A FPF já enviou ofício ao Ministério da Cidadania e à Secretaria de Esportes informando que não haverá qualquer alteração no Regulamento Específico da Competição e tratando sobre a adequação dos prazos de registro e inscrição;

- Como as partidas serão realizadas sem público, os clubes e a FPF farão uma ampla divulgação para evitar aglomeração de torcedores no entorno dos estádios, respeitando as regras de isolamento social preconizadas pelas autoridades de saúde;

- Apenas o Botafogo Futebol SA divergiu solicitando adiamento do reinício da competição e contra a adequação de datas de registro e inscrição de atletas, o que o presidente do Conselho de Administração do Botafogo SA, Adalberto Baptista, chamou de "mudança de regulamento". Ambos os pleitos foram rejeitados pelos 15 demais clubes.

Teatro terá lançamento de livro, stand…

23-01-2020 Hits:292 Cultura Fabio

Fevereiro será movimentado no Teatro Municipal Aniz Pachá. São cinco grandes atrações confirmadas para todos os gostos e públicos. Logo no dia 6, quinta-feira, haverá o lançamento do livro “Olhe...