Diante da prorrogação da quarentena até 10 de maio, o Instituto Municipal de Ensino Superior (Imes) de Catanduva encontrou nas redes sociais a fórmula para que os ensinamentos sejam repassados à distância aos alunos. O conteúdo EAD é inserido na plataforma da faculdade, além de ser enviado por outros meios eletrônicos.

“Apesar da suspensão das aulas, o Imes mantém-se atento ao aluno, envolvendo as turmas nas atividades acadêmicas. Muitos cursos, até mesmo no período de recesso, realizam encontros eletrônicos, com vistas à discussões de temas pertinentes e essenciais”, destaca a diretora, Maria Lúcia Miranda Chiliga.

Seguindo as determinações do Conselho Estadual de Educação de São Paulo e do Ministério da Educação, o material EAD será incluído na grade deste ano, seguindo o percentual permitido para as aulas não presenciais.

Os coordenadores passaram por capacitações e se tornaram multiplicadores de conhecimento, junto aos docentes, com a produção de material didático escrito.

“Como ainda não sabemos quando ocorrerá o retorno das atividades presenciais, recorremos às metodologias não presenciais. O aluno terá em suas mãos, material escrito, cuidadosamente elaborado pelo docente responsável pela disciplina, seguindo o padrão uniforme de todos os cursos”, complementa Maria Lúcia.

As aulas que foram suspensas serão repostas de forma integral, já que foi feita a antecipação do recesso escolar de julho e dezembro, além dos pontos facultativos entre feriados que faziam parte do calendário inicial. A reorganização depende da orientação do Conselho Estadual de Educação de São Paulo.

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Prefeitura notifica 48 imóveis com larv…

02-02-2020 Hits:421 Cidade Fabio

Em Catanduva, negligenciar o combate à dengue pode gerar multa. Na maioria das vezes, as autuações são referentes ao encontro de larvas de dengue, mais de uma vez, no mesmo...