Uma atividade econômica que vem ganhando espaço em Catanduva é o microempreendedorismo. A cidade possui, hoje, 6.422 pessoas que resolveram conquistar o mercado de trabalho. Só no mês passado, foram 124 novos MEIs. O cenário coloca Catanduva em posição de destaque no Estado de São Paulo.

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Relação de Trabalho (Semdert), o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) cresceu 88,3% desde 2016, em parte impulsionado pelo programa Empresa Agora.

A iniciativa foi implantada pela Prefeitura de Catanduva em 2017 para fortalecer o trabalho dos Microempreendedores Individuais, a partir de parceria firmada com o Sebrae, Associação Comercial e Empresarial (ACE), Sindicato Rural e Sincomercio. O avanço é visto mês a mês, com pessoas que conseguiram mudar de vida.

São novos empresários que atuam em agências matrimoniais, produção teatral, musical, lavanderias, cursos preparatórios para concursos, reparação de artigos de mobiliário, de bicicletas, relógios, serviços domésticos, cabeleireiros e atividades de tratamento de beleza. A maior parte delas é formada pelo público masculino (52%).

O “Empresa Agora” atende no Poupatempo, onde os empreendedores podem se formalizar, tirar dúvidas com técnicos, agendar capacitações pelo Sebrae, acessar serviços gratuitos de constituição e licenciamento, obter boletos para recolhimento de tributos e, caso necessitem, solicitar empréstimo pelo Banco do Povo Paulista.

Comparativo

Quatro cidades com porte semelhante ao de Catanduva perderam espaço no ranking de MEIs: Cubatão (4.539), Guaratinguetá (6.074), Ribeirão Pires (6.121) e Barretos (6.121). Outras tiveram desempenho melhor, entre elas Votorantim (7.424), Birigui (7.286), Sertãozinho (7.214), Valinhos (7.115) e Tatuí (6.722).

Catanduva começa a semana com 7 casos c…

04-05-2020 Hits:146 Saúde Fabio

Boletim do coronavírus traz o reflexo da falta de conscientização. Temos mais 7 pessoas com Covid-19. Também trazemos avanço no número de curados - agora são 12.