O ano começou positivo para a economia de Catanduva. Dados do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços revelam que a balança comercial da Cidade Feitiço fechou janeiro com um superávit de US$ 15,03 milhões.

O número foi puxado principalmente pelas exportações, que alcançaram US$ 15,42 milhões, aumento de 74,6% no comparativo com o mês passado. Com o resultado, Catanduva ficou com a 42ª posição no ranking de exportadores de São Paulo.

Assim como visto em outros anos, os açúcares de cana ou de beterraba lideram os produtos exportados, com 54%. Na sequência aparecem os extratos, essências e concentrados de café (32%) e, em terceiro lugar, o sumo de frutas (6,9%).

Entre os países que mais buscaram pelas matérias-primas catanduvenses estão a Malásia (31%), a Arábia Saudita (15%) e o Japão (8,2%).

As importações somaram US$ 39 mil, com queda de 45% no comparativo com janeiro de 2019. Com isso, a cidade ficou em 170º lugar no ranking de importadores do Estado, tendo comprado produtos da Itália (43%), China (36%) e Suécia (11%).

Entre os produtos mais adquiridos no primeiro mês do ano estão os fios e cabos (25%), torneiras e válvulas (23%) e hormonas para indústrias farmacêuticas (11%).

“O comércio internacional é uma importante fonte de renda para as famílias catanduvenses. Apesar de aparentar que as exportações estão concentradas em uma gama pequena de empresas, a linha de produção dessas mercadorias resulta em renda para as famílias dos empregados diretos e também para uma série de empresas terceirizadas, prestadoras de serviços e fornecedoras de insumos”, destaca o secretário de Desenvolvimento, Fábio Rinaldi Manzano.

Fonte Imagem Prefeitura Catanduva

Prefeitura realiza limpeza e dragagem no…

16-03-2020 Hits:173 Cidade Fabio

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Obras e Serviços, dá continuidade ao serviço de dragagem nos córregos da cidade.