A programação de filmes em streaming do Sesc São Paulo, na recém-lançada plataforma Sesc Digital, que passou a reservar um espaço exclusivo para as sessões, oferece mais quatro novos títulos a partir desta quinta-feira, 11 de junho. Basta acessar o Cinema Em Casa para conferir longas e documentários, sempre a partir de quinta-feira, com acesso gratuito a qualquer hora do dia e sem necessidade de cadastro.

Nesta semana, o #EmCasaComSesc exibe um clássico do cinema de 1967, o terror surrealista A Hora do Lobo, do sueco Ingmar Bergman. Outra opção é o poético Coração de Cachorro, dirigido pela musicista e multiartista Laurie Anderson, que através do filme faz uma reflexão sobre a morte de seu companheiro, o cantor e guitarrista Lou Reed.

Completam a programação dois filmes nacionais: o aclamado Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, uma produção conjunta com a França com Sonia Braga no papel principal, da jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos; e o delicado Jonas e o Circo sem Lona, um documentário com ficção dirigido por Paula Gomes que aborda a importância de sonhar através do circo. Na plataforma Sesc Digital todas as produções são exibidas no formato FVOD – Free Video On Demand.

A programação do Cinema #EmCasaComSesc contempla quatro eixos principais neste primeiro momento. Uma curadoria de clássicos do cinema, em sua maioria cópias restauradas e exclusivas na plataforma; uma seleção contemporânea internacional, com filmes que tiveram uma trajetória relevante em festivais no mundo todo e que merecem uma nova oportunidade de exibição ao público; uma janela dedicada ao cinema nacional, com  produções de grande alcance de público e filmes independentes que merecem maior espaço de exibição – haverá também destaque aos documentários, ponto forte na produção cinematográfica brasileira; e por fim,  uma seleção de filmes infanto-juvenis, visando a formação de público, desde os primeiros anos de vida, para a diversidade do cinema e ampliação do lastro de narrativas.

A iniciativa de oferecer filmes em streaming em sua nova plataforma digital reforça os aspectos que ancoram a ação institucional do Sesc São Paulo, garantindo o acesso a conteúdos da cultura a variados públicos. Com maior presença no ambiente online, o Sesc amplia sua ação de difusão cultural, de maneira acessível e permanente. O público ganha assim mais um espaço para contemplar, descobrir e redescobrir o cinema, a partir de grandes obras selecionadas, disponibilizadas online e gratuitamente.

Os filmes ficam disponíveis por um período determinado, com alterações e novas estreias semanais a cada quinta-feira (considerando a semana de cinema de quinta à quarta-feira). Haverá ainda possibilidade de prorrogação da exibição, conforme a demanda do público, além de sessões especiais por períodos menores (como 24h, por exemplo). A curadoria do Cinema #EmCasaComSesc conta com a experiência do CineSesc, que segue fechado desde o mês de março, por conta da crise causada pelo novo coronavírus.

CINESESC

Um dos cinemas de rua mais queridos da cidade, o Cinesesc iniciou seu funcionamento em 21 de setembro de 1979, no número 2075 da rua Augusta, na cidade de São Paulo, e se dedica à missão de fomentar a difusão do cinema de qualidade, exibindo obras que muitas vezes ficam fora do circuito comercial nas salas de cinema e plataformas online. Sua programação inclui grandes e pequenas produções do mundo todo.

Além de integrar o corpo de curadores em mostras especiais, o CineSesc também recebe festivais importantes do calendário cinematográfico paulistano, como a Mostra Internacional em São Paulo, Festival Mix Brasil e o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, entre outros.  O cuidado com a programação tem reconhecimento do público e da crítica, que o elegeu, por diversas vezes, a melhor sala especial de cinema na cidade de São Paulo.

PROGRAMAÇÃO: Cinema #EmCasaComSesc de 11 a 17 de junho

A HORA DO LOBO

(Dir.: Ingmar Bergman, Suécia, 1967, 89 min, 16 anos)

Um pintor e sua esposa vão morar em uma ilha afastada de tudo e conhecem um misterioso grupo de pessoas que passam a trazer angústias ainda maiores à vida do casal, que já estava atormentado pelos pesadelos do pintor e por conflitos psicológicos. Durante a hora do lobo, entre a meia-noite e a aurora, ele conta para sua esposa suas memórias mais dolorosas, e começa a questionar a própria lucidez.

CORAÇÃO DE CACHORRO

(Dir.: Laurie Anderson, EUA, 2015, 75 min, 14 anos)

Centrado na cachorra Lolabelle, que morreu em 2011 e era muito querida pela diretora, o filme é um ensaio pessoal que combina lembranças de infância, diários em vídeo, reflexões sobre dados, cultura de vigilância e a visão budista sobre a morte, além de tributos a artistas, escritores, músicos e pensadores. Numa espécie de colagem visual, o filme examina como histórias são construídas e contadas —e como as usamos para dar sentido às nossas vidas.

AQUARIUS

(Dir.: Kleber Mendonça Filho, Brasil/França, 2016, 145 min, 16 anos)

Clara (Sonia Braga) tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Ela mora em um apartamento localizado na Av. Boa Viagem, no Recife, onde criou seus filhos e viveu boa parte de sua vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia.

JONAS E O CIRCO SEM LONA

(Dir.: Paula Gomes, Brasil, 2015, 81 min, Livre)

Jonas tem 13 anos e seu sonho é manter vivo o circo que ele mesmo criou no quintal de casa. Enquanto luta por isso, Jonas vai atravessar a grande aventura de crescer.

SERVIÇO:

Cinema #EmCasaComSesc

Toda semana, sempre a partir de quinta-feira, tem quatro novos filmes para streaming:

sescsp.org.br/cinemaemcasa

SIGA O SESC NAS REDES:

Facebook/Twitter/Instagram

Fase Beta

As versões da plataforma do Sesc Digital encontram-se em fase beta, ou seja, novidades e

melhorias serão implementadas a partir das interações que se desenvolverem entre o público e os recursos. Além disso, o catálogo será expandido periodicamente, englobando

novas temáticas e linguagens.

+ Sesc Digital

A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996, sempre pautada pela distribuição diária de informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela experimentação. O propósito de expandir o alcance de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente universalização de seu atendimento, incluindo públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40 unidades operacionais espalhadas pelo estado. Por essa razão, o Sesc apresenta o Sesc Digital, sua plataforma de conteúdo!

Saiba+: sescsp.org.br/sescdigital