Morreu ontem o ator norte-americano Chadwick Boseman, vítima de câncer. Ele tinha 43 anos e ficou conhecido por interpretar o Pantera Negra no cinema. Ele morreu em sua casa, em Los Angeles, nos Estados Unidos, e estava acompanhado de familiares.

Uma postagem no perfil oficial do ator no Instagram confirmou a morte: “É com grande pesar que confirmamos a morte de Chadwick Boseman. Chadwick  foi diagnosticado com o estágio III de um câncer de cólon em 2016 e lutou contra a doença nos últimos quatro anos, quando ela atingiu o estágio IV. Um verdadeiro guerreiro, Chadwick perseverou contra tudo, e levou a vocês muitos dos filmes que vocês acabaram amando, todos filmados durante e entre várias cirurgias e sessões de quimioterapia. A maior honra da sua carreira foi de dar vida ao Rei T’Challa no Pantera Negra. Ele morreu em casa, com mulher e a família ao seu lado.”
 
 Seu personagem T’Challa foi introduzido na linhagem de sucesso da Marvel em 2016, em Capitão América: Guerra Civil, mas a saudação “Wakanda Para Sempre” ganhou o mundo com o lançamento de Pantera Negra em 2018. A última aparição de seu personagem icônico foi no funeral de Tony Stark em Vingadores: Ultimato.
 
A Marvel, pelo Twitter, prestou condolências: “Nossos corações estão partidos e nossos pensamentos estão com a família de Chadwick Boseman. O legado dele permanecerá para sempre. Descanse em paz.”
 
Além do herói de uma das maiores bilheterias da história do cinema e dos personagens históricos, o ator participou de filmes como o thriller Crime sem saída e Destacamento Blood, o mais recente do diretor Spike Lee.  
 
Fonte: Estado de Minas Gerais