A unidade do Procon de Catanduva atendeu 260 pessoas em fevereiro. Os números se referem a período anterior à quarentena preventiva ao Covid-19. São consumidores que estavam com dúvidas relacionadas a setores como alimentação, saúde, habitação e produtos. O levantamento foi divulgado na quarta-feira, dia 1º.

Conforme o relatório, os serviços prestados pela iniciativa privada, além dos essenciais e assuntos financeiros, também estão na lista de demandas recebidas.

O Procon Catanduva traça o mapa dos atendimentos mês a mês. A maior procura foi para uma simples consulta (130), seguida de Carta de Informação Preliminar (CIP) emitida (69) e Nota Fiscal Paulista (60). Também levaram os consumidores até a unidade local, reclamações, acordos e retorno de queixas.

Atualmente, diante da pandemia de Covid-19, o Procon faz atendimento remoto a partir do site www.catanduva.sp.gov.br/desenvolvimento/procon. As reclamações podem ser registradas por e-mail e as dúvidas tiradas pelo telefone 3531-9138.

Os consumidores também podem registrar denúncias diretamente no aplicativo @proconsp, que está disponível para todos os tipos de celulares.

Além disso, a queixa pode ser registrada no site www.procon.sp.gov.br. Para isso, basta clicar na opção “faça sua reclamação” para acessar a área com login e efetuar o cadastro. Na sequência, o consumidor receberá um e-mail de confirmação e, ao acessar novamente, poderá fazer a reclamação.

Assuntos relacionados ao coronavírus, como abuso de preços de produtos também podem ser registrados por meio desses canais.

HEC inicia visitas virtuais para pacient…

22-04-2020 Hits:270 Tecnologia Fabio

O Hospital Emílio Carlos (HEC) iniciou no dia 15 de abril o projeto Visitas virtuais, que permite ao paciente em isolamento por suspeita de COVID-19 receber visita de um familiar...