Agosto é o mês marcado pelo tempo seco e, como consequência, pelas queimadas. Para coibir os incêndios criminosos, a Patrulha Ambiental de Catanduva intensifica a fiscalização na área urbana nesse período. Desde o início do ano, foram registradas 40 autuações e a previsão é de que esse número aumente até 30%.

Só nesta semana, pelo menos três queimadas foram registradas na cidade. Em uma delas, o fogo atingiu uma área de replantio da Prefeitura, no Jardim dos Coqueiros.

Equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Patrulha Ambiental fizeram uma vistoria para identificar o dano provocado nas espécies arbóreas. Um boletim de ocorrência foi registrado e o estudo para a recuperação do local terá início.

Levantamento da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) mostra que a umidade relativa do ar de Catanduva chegou a 23% nesta semana. A condição ocorre no período da tarde, justamente quando o risco de incêndios é ainda maior. Para comparação, o índice de umidade relativa do ar tolerável é de 60%, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A orientação aos munícipes é que o Corpo de Bombeiros seja acionado em caso de queimadas. O telefone é 193. A Secretaria de Meio Ambiente também oferece apoio em situações onde as chamas atingem grandes proporções.

A denúncia é a melhor forma de combater esse tipo de situação, que traz consequências negativas para o meio ambiente e para a saúde.

Outros canais de comunicação são o aplicativo Ouvidoria Catanduva, disponível para todos os tipos de celulares, e os telefones 0800-772-9152 e 153, da Guarda Civil Municipal, que atua de forma integrada à Patrulha Ambiental. Na ligação, devem ser informados o número ou ponto de referência da área incendiada.

Manutenção

Por conta do período seco, a Secretaria de Meio Ambiente orienta que a capina deve ser feita nos terrenos particulares. Essa é a forma mais eficaz de limpeza, já que não traz danos à natureza. O material deve ser recolhido de forma imediata a fim de evitar queimadas.

A multa para os incêndios no perímetro urbano é de 500 Unidades Fiscais de Referência de Catanduva (UFRCs), além de uma UFRC por metro quadrado de vegetação queimada. A UFRC 2020 é de R$ 2,97.

Imagem: Comunicação / Prefeitura de Catanduva

Fonte: Prefeitura de Catanduva

Professores começam a ser vacinados con…

16-05-2020 Hits:299 Saúde Fabio

A Campanha de Vacinação contra a Gripe entra em nova rodada na próxima segunda-feira, dia 18. A partir dessa data até o dia 5 de junho, começa a ser vacinado...